Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Programação completa do Seminário Internacional Alimentação Hoje

Inscrições

Inscrições a partir do dia 18/9, às 14h, nas Centrais de Atendimento das Unidades do Sesc (até 27/10) em São Paulo ou pelo link (até 24/10).

28/10, terça-feira

9h: Credenciamento

10h – 13h: Conferência Segurança Alimentar e Nutricional e seus Dilemas Contemporâneos.
Abordagem sobre a definição de segurança alimentar e nutricional, com destaque para o esforço em garantir o direito de todos ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade e em quantidade suficiente, além do respeito à prática alimentar ambiental, cultural, econômica e socialmente sustentáveis.
Alan Bojanic
Renato Maluf

Alan Bojanic
Representante da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura no Brasil e engenheiro Agrônomo. Mestre em Economia Agrícola pela Universidade de Londres (Reino  Unido) e em Ciências Políticas pela Universidade da Costa Rica, PhD em Economia Ambiental pela Universidade de Utrecht (Holanda).

Renato Maluf
Professor do Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, onde coordena o Centro de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional. Doutor em Economia pela Universidade Estadual de Campinas. Pós-doutorado na Oxford University (Reino Unido) e na École des Hautes Études en Sciences Sociales (França). Foi presidente e é atual conselheiro do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. Membro do Comitê Diretivo do Painel de Alto Nível de Especialistas em Segurança Alimentar e Nutricional do Comitê das Nações Unidas para a Segurança Alimentar Mundial.

13h – 14h30: Intervalo / Almoço

14h30 – 16h: Palestra Desafios e Perspectivas para a Soberania Alimentar
A partir da definição de soberania alimentar, serão discutidas as implicações advindas das políticas alimentares, das exigências e pressões dos mercados transnacionais, das diferentes noções acerca do desenvolvimento da agricultura, com destaque para as questões relacionadas à padronização do alimento e dificuldade de acesso.
José Esquinas Alcázar

José Esquinas Alcázar
Diretor da Cátedra de Estudos sobre a Fome e a Pobreza da Universidad de Córdoba (Espanha) e professor titular da Universidad Politécnica de Madri (Espanha). Engenheiro Agrônomo, mestre em Horticultura, doutor em Genética pela University of Califórnia (Estados Unidos) e doutor em Engenharia Agrônoma pela Universidad Politécnica de Madri (Espanha).Trabalhou na Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura por 30 anos, lidando com temas como recursos genéticos, biodiversidade agrícola, cooperação internacional, ética na alimentação e agricultura.

16h – 16h30: Intervalo

16h30 – 18h30: Debate Alimento e Ciência - Demandas Sociais e Limites Éticos.
Debate que relaciona o conceito de biodiversidade e as questões éticas envolvidas no uso de recursos genéticos e químicos para a produção de alimentos, englobando aspectos relacionados à sustentabilidade.
Jeffrey M. Smith
Julicristie M. de Oliveira

Lourdes Maria Corrêa Cabral

Jeffrey M. Smith
Diretor executivo do Institute of Responsible Technology (EUA), onde dirige a campanha The Campaign for Healthier Eating in America. Especialista nos estudos sobre os riscos para saúde associados ao consumo de organismos geneticamente modificados. Autor de livros como “Roleta Genética: Riscos documentados dos alimentos transgênicos sobre a saúde” e “Seeds of Deception: Exposing Industry and Government Lies about the Safety of the Genetically Engineered Foods You're Eating. Diretor de documentários, entre eles, “The GMO Trilogy”.

Julicristie M. de Oliveira
Professora da Faculdade de Ciências Aplicadas na Unicamp. Integrante da Rede de Agroecologia da Unicamp e pesquisadora líder do Grupo Cultiva - Estudos em Alimentação, Nutrição e Ambiente. Nutricionista, mestre em Saúde Pública e doutora em Nutrição em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública – USP.

Lourdes Maria Corrêa Cabral
Chefe Geral da Embrapa Agroindústria de Alimentos e membro do Conselho de Administração da Pesagro. Pesquisadora da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, onde atua na área de Ciência e Tecnologia de Alimentos. Docente Permanente nos programas de pós-graduação em Ciência de Alimentos da Universidade Federal do Rio de Janeiro e do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Engenheira Química, Mestre e Doutora no Programa de Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

29/10, quarta-feira

10h – 13h: Painel Obesidade e Desnutrição: o impacto das decisões políticas e econômicas nos hábitos alimentares
Considerando as transformações sociais ocorridas no Brasil e no mundo nas últimas décadas, serão abordadas as alterações apresentadas no consumo alimentar e a transição do estado nutricional, levando em conta a coexistência da desnutrição e o aumento da obesidade e do sobrepeso.
Enrique Jacoby
Francisco Menezes
Patrícia Gentil

Enrique Jacoby
Representante da Organização Panamerica de Saúde em Washington, DC (EUA), médico pela San Marcos Universidad (Peru), mestre em Saúde Pública pela Johns Hopkins University (EUA). Pesquisador de temas como alimentação, nutrição e agricultura e a inclusão de perspectivas de saúde nas políticas públicas. Foi vice-ministro de saúde do Peru.

Francisco Menezes
Pesquisador do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas. Economista, mestre em Desenvolvimento Rural pelo Programa de Pós-Graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Fundador do Fórum Brasileiro de Segurança Alimentar e Nutricional. Membro e ex-presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar. Consultor de Action Aid Brasil.

Patrícia Gentil
Coordenadora do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, nutricionista e mestre em nutrição humana pela Universidade de Brasília. Foi integrante da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde.

13h – 14h30: Intervalo / Almoço

14h30 –16h: Debate Publicidade e Consumo na Alimentação
Assim como outros hábitos, a alimentação contemporânea transformou-se em objeto de consumo, sofrendo grande influência da publicidade. O intuito desse debate é explicitar as relações entre o consumo alimentar e os padrões sugeridos pelos modismos, salientando as causas e possíveis consequências dessas conexões.
Ana Paula Bortoletto
Ekaterine Karageorgiadis
Helena Maria Afonso Jacob

Ana Paula Bortoletto
Pesquisadora em alimentos do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor e pesquisadora colaboradora do Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde pela Universidade de São Paulo. É nutricionista, com doutorado em Nutrição em Saúde Pública. Foi consultora na Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Ekaterine Karageorgiadis
Bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo e especialista em Direito do Consumidor pela Escola Paulista de Magistratura. Atua como advogada nos projetos Criança e Consumo e Prioridade Absoluta, do Instituto Alana. Conselheira do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional.

Helena Maria Afonso Jacob
Docente da Faculdade Casper Líbero e do Centro Universitário Fecap, atua na área de planejamento gráfico, edição de jornais e revistas, linguagem visual e linguagem dos meios impressos. Mestre e doutora em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, graduada em Comunicação Social e Jornalismo pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

16h – 16h30: Intervalo

16h30 – 18h30: Bate-papo Identidade à Mesa: aspectos culturais do alimento
Elemento fundamental da cultura dos vários grupos sociais, o alimento expressa identidades pessoais e coletivas, assim como permite um contato aprofundado com diversas tradições e os modos contemporâneos de revisitá-las. Esse bate-papo pretende debater tais aspectos, ressaltando as conexões entre comida e visão de mundo.
Bela Gil
Mara Salles
Joana Pellerano
Josimar Melo


Bela Gil
Apresentadora e chef de Cozinha Natural, descobriu, ainda adolescente, a prática de yoga e com ela começou a se interessar pelos benefícios físicos e mentais da culinária saudável. Formada em Culinária Natural pelo Natural Gourmet Institute e em Nutrição e Ciência dos Alimentos pela Hunter College - Nova York (EUA), onde trabalhou como personal chef e nutricionista. Estudou filosofia Macrobiótica e a Ayurveda onde descobriu que as escolhas alimentares afetam não somente a nossa saúde mas a de todo o planeta.

Mara Salles
Cozinheira e proprietária do Restaurante Tordesilhas. Escritora e autora do livro “Ambiências, Histórias e Receitas do Brasil”, vencedor do prêmio Jabuti em 2013. É pesquisadora da cozinha brasileira, investigando ingredientes, preparações e tradições culinárias de todo Brasil.

Joana Pellerano
Jornalista, mestre em Comunicação e Gastronomia pela Universitat de Vic (Espanha) e em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É coordenadora e docente do curso de especialização em Gastronomia: História e Cultura do Senac São Paulo.

Josimar Melo
Jornalista, crítico de gastronomia do jornal "Folha de S.Paulo", sócio-diretor do portal gastronômico "Basilico", colunista da revista "Prazeres da Mesa" e apresentador do programa "O Guia", no National Geographic Channel. É professor convidado da Universidade Anhembi Morumbi e autor de vários guias e livros, entre eles “Berinjela se escreve com J” e “Folha Explica A Cerveja”. Membro do comitê organizador da eleição dos cinquenta melhores restaurantes do mundo, realizada anualmente pela revista londrina Restaurant.

 

30/10, quinta-feira

10h – 13h: Palestra Educação para Comer?
A alimentação tornou-se uma atividade complexa, principalmente se levarmos em conta a quantidade de opiniões e pontos de vista que são defendidos por estudiosos de diversos campos e divulgados pelos meios de comunicação. Como é possível desenvolver estratégias educativas para a alimentação sem sucumbir ao labirinto contemporâneo de informações e contra-informações? É essa a proposta desta mesa.
Elisabetta Recine
Sophie Deram

Elisabetta Recine
Docente, coordenadora do Observatório de Políticas de Segurança Alimentar e Nutrição e pesquisadora de temas como políticas públicas de alimentação e nutrição, segurança alimentar e nutricional, direito humano à alimentação adequada, educação alimentar e nutricional pela Universidade de Brasília. Conselheira do Conselho Nacional e do Conselho do Distrito Federal de Segurança Alimentar e Nutricional. Nutricionista, mestre em Ciências - Fisiologia Humana e doutora em Saúde Pública, ambos pela Universidade de São Paulo.

Sophie Deram
Atua como nutricionista clínica e é pesquisadora no Ambulatório de Obesidade Infantil do Hospital das Clínicas e no Ambulatório de Transtornos Alimentares da Faculdade de Medicina - USP. Possui doutorado em Endocrinologia pela Faculdade de Medicina da USP. Graduada em Nutrição pela França, revalidada pela USP e em Engenharia Agrônoma com mestrado em Ciências pelo Institut National Agronomique Paris-Grignon Agro ParisTech (França). Possui especialização em Nutrigenómica pela University of California, Davis (EUA) e em Transtornos Alimentares pela Faculdade de Medicina da USP. Atualmente coordena o projeto de Genética do Programa de Transtornos Alimentares do Instituto Psiquiatrico da Faculdade de Medicina da USP.

13h – 14h30: Intervalo / Almoço

14h30 – 18h30: Atividades Opcionais - Vivências e Oficinas (gratuitas)
Obs: atendimento limitado à capacidade de cada atividade. Inscrições antecipadas.

PANCS - Plantas alimentícias não convencionais encontradas no espaço urbano
Passamos todos os dias por praças, parques e calçadas verdes, mas não paramos para observar as plantas que brotam discretamente das frestas. Muitas destas espécies são comestíveis e já fizeram parte da alimentação quando alfaces e brócolis não eram abundantes. Nesta vivência serão apresentadas diversas espécies de hortaliças que fazem parte da cultura alimentar brasileira mas estão sendo esquecidas e seus usos extintos da culinária. Com Neide Rigo.
Horário: das 14h30 às 16h30
Local: Sala de Oficina 3 – 1º pavimento
Número de Participantes: 40

Neide Rigo
Nutricionista, formada pela Universidade de São Paulo é pesquisadora de ingredientes pouco conhecidos, esquecidos ou desvalorizados, seus cultivos e forma de preparo. Ministra oficinas de gastronomia em vários eventos como, Paladar – Cozinha do Brasil e Terra Madre, em Turim (Itália). É membro do Slow Food, ministra oficinas em vários países, com destaque para a abordagem do preparo de plantas comestíveis encontradas no espaço urbano.


Cozinhar para Transformar
Nesta oficina será ressaltada a importância do ato de cozinhar e de compartilhar as refeições como elemento de sociabilização e preservação e valorização da cultura alimentar. Serão preparadas receitas, com a utilização do conceito de aproveitamento integral dos alimentos e sustentabilidade. Com Aline Rissatto
Horário: das 14h30 às 16h30
Local: Sala de Oficina 2 – 1º pavimento
Número de Participantes: 25

Aline Rissatto
Nutricionista e gastróloga com aprimoramento em cuisine e pâtisserie pela Le Cordou Bleu (França), É membro da Federação Italiana de Cozinha do Brasil e docente dos cursos de nutrição e gastronomia do Senac de São Paulo. Trabalhou na ONG Banco de Alimentos, cuja missão é sensibilizar a sociedade no combate ao desperdício. Co-autora do livro “Gourmet & Sustentável: Cozinhando com as partes não convencionais dos alimentos”, com o desenvolvimento de receitas que promovem o aproveitamento total dos alimentos.


Da Teoria à Prática - Programa Mesa Brasil
Acompanhe na prática a ação do Programa Mesa Brasil, vivenciando desde a coleta de alimentos nos doadores, até a entrega nas instituições sociais cadastradas no Programa.
Horário: das 14h30 às 18h
Ponto de Encontro: 1º pavimento
Número de Participantes: 15 – Turma 1
Número de Participantes: 15 – Turma 2

20 Anos de Mesa Brasil – Sesc São Paulo: Em novembro de 2014, o Mesa Brasil Sesc São Paulo chega aos 20 anos com o compromisso renovado de minimizar o desperdício de alimentos e a insegurança alimentar e nutricional. Desde sua criação, o número de instituições beneficiadas já cresceu 10 vezes. Só no ano passado, 3,5 mil toneladas de alimentos arrecadados em 540 empresas beneficiaram 143 mil pessoas de 730 instituições.
Desde 1994, o Programa, que atende 42 cidades, busca combater o desperdício de alimentos e funciona como um elo entre empresas e instituições sociais. A logística é a seguinte: as equipes se dirigem aos locais de doação - supermercados, mercados municipais, feiras livres, centrais de abastecimento, padarias, confeitarias e indústrias -, recebem os alimentos, fazem a seleção e os encaminham para as instituições sociais. Cerca de 80% da quantidade arrecadada é composta por frutas, legumes e verduras. Os 20% restantes se dividem entre arroz, feijão, macarrão, óleo, farinhas, carnes, ovos, açúcar, sucos, leite, pães, bolos, biscoitos, geleias, cereais matinais e sorvetes.

 

Para mais informações sobre o Seminário, clique aqui.

Outras programações