Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Contextos - Atividades relacionadas ao campo da cultura, política pública, diversidade, identidade, economia da cultura e economia criativa. saiba mais

O que a moda de viola e Nietzsche tem em comum? Quais os paralelos entre um acorde de viola caipira e o pensamento de Schopenhauer? O que Gilles Deleuze tem a ver com as duplas caipiras? O que o caipira tem a dizer para o homem de letras e erudito? Essas e outras questões serão abordadas e  debatidas no curso "As Consolações da Viola: A Filosofia Matuta e a Música Caipira
A música caipira, em especial,  possui,  em sua história, aspectos de pensamento e reflexão sofisticados, que nos abre  um vasto campo de pesquisa capaz de abordar conceitos, conhecimentos e sabedorias. O cantador, atrás da sua aparente simplicidade, esconde uma grandeza  musical e existencial por vezes complexa.  Com isso, o curso pretende proceder a análises não apenas técnicas, mas principalmente filosóficas.. Podemos, então, nessa direção, dizer que na música caipira se estabelece princípios de uma verdadeira "filosofia matuta" , na qual a sabedoria, por vezes, tem mais validação que o conhecimento.

Com Jair Marcatti, Sociólogo e historiador, professor do curso de Relações Internacionais da ESPM. Coordenador do Observatório de Economia Criativa (O.E.C.) da ESPM.

Com Sidnei de Oliveira, músico, compositor e instrumentista. Atualmente é doutorando em Filosofia. Realizou doutorado sanduiche na Universidade de Leipzig - Alemanha no período de Maio de 2014 a Abril de 2015 (pesquisa relacionada à filosofia da música). 
Música

Consolações da viola: filosofia matuta e música caipira

Classificação etária: Acima de 16 anos
Essa atividade aconteceu de 18/07/2017 a 21/07/2017
no Sesc Centro de Pesquisa e Formação.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Cursos e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo.