Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Contextos - Atividades relacionadas ao campo da cultura, política pública, diversidade, identidade, economia da cultura e economia criativa. saiba mais

Untitled-1
A palestra analisa a trajetória de legitimação institucional da arte contemporânea brasileira nos centros hegemônicos da cultura mundial a partir dos anos 1940, examinando discursos institucionais e curatoriais que configuraram a visão estrangeira dessa produção estética no âmbito internacional. O objetivo é investigar as interpretações e compreensões da arte brasileira partindo da hipótese de que, apesar da abertura dos centros hegemônicos e do sistema internacional da arte para a produção do outro cultural observada desde o final dos anos 1980, ainda não foi possível superar posturas colonialistas e consequentemente livrar-se de abordagens estereotipadas.

Com Daniela Labra, curadora e crítica de arte. Doutora em História e Crítica pela UFRJ, realizou pós-doutorado em Comunicação e Estéticas pela ECO, UFRJ. Sua tese doutoral ganhou o Prêmio Gilberto Velho de Teses em 2015. Atualmente é curadora-chefe da 2a edição da Frestas Trienal de Artes, no SESC Sorocaba.

(Foto : Portal Sesc São Paulo)
Artes Visuais

Legitimação Internacional da Arte Contemporânea Brasileira (1940 -2010)

Classificação etária: Acima de 16 anos
Essa atividade aconteceu em 15/08/2017 no Sesc Centro de Pesquisa e Formação.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Cursos e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo.