Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Perspectivas - Abordagens sobre temas e questões do campo da cultura, em encontros independentes (Foto: SXC) saiba mais

Do mangue, do cais, do porto- prost
O ciclo abordará a forma como a figura da prostituta foi representada em linguagens artísticas (literatura, música e teatro); trará experiências de prostitutas artistas e de projetos que tratam da memória da prostituição e de prostitutas na cidade.

14/08-Os sentidos da prostituição na modernidade brasileira e fabulações literárias em torno da prostituta
Com Margareth Rago, professora titular do Programa de Pós-Graduação em História da UNICAMP. Foi professora-visitante no Connecticut College, nos Estados Unidos, e na Universidade de Columbia, em Nova York.
Com Eliane Robert Moraes, professora de Literatura Brasileira na USP e pesquisadora do CNPq. Organizadora da Antologia da Poesia Erótica Brasileira (Ateliê, 2015), traduziu a História do Olho de Georges Bataille e publicou diversos ensaios sobre a erótica literária na França e no Brasil.

21/08-A prostituta na canção e no teatro brasileiros
Com Lilian Marques, professora doutora em Linguística e Língua Portuguesa pela  UNESP-Campus de Araraquara. Sua linha de pesquisa é o discurso: sentido, comunicação, literatura e representação, com ênfase em Semiótica francesa, das culturas, e Semiótica da canção.
Com Wagner Corsino Enedino, doutor em Letras pela UNESP- Campus de São José do Rio Preto e Pós-Doutorado pela UNICAMP. É Professor Associado da UFMS e atua no PPG-Letras (nível de Mestrado e Doutorado).

28/08-As prostitutas tomam o protagonismo: a DASPU e a literatura feita por prostitutas
Com Ana Beatriz Pereira de Andrade, doutora em Psicologia Social. Professora no Departamento de Design da FAAC/UNESP. Coordenadora Científica do NUPE (Núcleo de Pesquisa e Extensão do Negro - UNESP).
Com Amara Moira, travesti, doutoranda em teoria literária pela UNICAMP, feminista e militante dos direitos de LGBTs e de profissionais do sexo.
É autora do livro autobiográfico "E se eu fosse puta" (Hoo editora, 2016) e colunista da Mídia Ninja.

04/09-Prostitutas, memória e patrimônio imaterial: o cemitério das polacas e o Museu do Sexo das Putas
Com Beatriz Kushnir, doutora em História pela UNICAMP, Diretora-Geral do Arquivo da Cidade do Rio de Janeiro, Professora do Programa de pós-graduação em Gestão de Arquivos (PPGARQ/UNIRIO).
Com Cida Vieira, presidente da APROSMIG- Associação das Prostitutas de Minas Gerais.

(Ilustração: Henri de Toulouse Lautrec)
Ações para a Cidadania

Do mangue, do cais, do porto: prostituição, arte e patrimônio cultural

Classificação etária: Acima de 16 anos
Essa atividade aconteceu de 14/08/2017 a 04/09/2017
no Sesc Centro de Pesquisa e Formação.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Cursos e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo.