Sesc SP

Esta atividade faz parte da

As Mulheres e as Tecnologias - Campanha destaca atividades que valorizam o protagonismo feminino e dão visibilidade para a relação das mulheres com as tecnologias saiba mais

America Invertida Artista Joaquin Torres Garcia 201

O projeto de cursos teóricos "História da Arte Periférica" apresenta a história da arte e da cultura com personagens, obras, artistas, localidades e epistemologias outras, que comumente estão fora da chamada "história da arte oficial", universal e eurocêntrica, além de discutir e observar as relações entre as chamadas produções artísticas periféricas.

No curso, será apresentada a produção em arte contemporânea no contexto latino-americano, que tem como interesse comum a desconstrução de narrativas hegemônicas. Serão apresentadas proposições em arte, escrita e ativismo, localizando-os enquanto exercícios político-estéticos no cerne do pensamento anticolonial, decolonial ou pós-colonial. As sessões compreendem discussões sobre gênero e sexualidade; migração e noções de Norte/Sul; racialidade: negritude/branquitude e a luta indígena, bem como indicações de leituras de autoras e autores provenientes do sul global, análises de filmes, conteúdo da web e situações do cotidiano.

Programa do curso
1º Encontro
Apresentação do curso; breve panorama da rede Lastro - intercâmbios Livres em Arte; Revisão do projeto colonial e apontamentos sobre conceitos acadêmicos e políticos "anticolonial", "decolonial" e "pós-colonial";

2º Encontro
Movimento Kuir: resignificações da estética à política na cultura latina;

3º Encontro
Transmasculinidades e corpos não binários: quem é que pode ser homem e o binarismo como chave de destruição do patriarcado;
Mulheres trans e travestis na afirmação da autonomia dos corpos e na construção de identidades femininas;

4º Encontro
Lesbianidades: a lésbica e a sapatão na arte e sociedade; Conflitos dentro e fora da militância lgbtqi+.

5º Encontro
Feminismos: contra-argumentações oriundas do Sul - do feminismo negro brasileiro, às conquistas de direitos argentinos e ao comunitário boliviano.

6º Encontro
Racialidade:negritude/branquitude; Lugar de fala e o racismo estrutural no apagamento de afro-latinos;

7º Encontro
Luta indígena: a terra como extensão do corpo e o espiritual como política de resistência;

8º Encontro
Migrações: o livre fluxo dos corpos pelo continente a partir de proposições de fronteiras borradas.

Beatriz Lemos é pesquisadora e curadora. Mestra em História Social da Cultura (PUC-Rio). Em colaboração com o MAM-Rio, coordenou o projeto de catalogação dos documentos e da obra de Márcia X (1959-2005), que culminou, em 2013, na exposição monográfica da artista e lançamento do catálogo "raisonné". Atua como curadora especializada em artes e redes digitais. É editora do selo de publicações Sismos Editorial e idealizadora da plataforma Lastro (www.lastroarte.com). Durante o primeiro semestre de 2015, realizou a etapa de pesquisa Lastro pela América Central, viajando com 12 artistas e 3 curadores brasileiros ao Panamá, Costa Rica, Guatemala e México, que culminou na exposição "Lastro em Campo - percursos ancestrais e cotidianos" (2016). Desde setembro de 2015, integra o programa Curador Visitante da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, que se desenvolve para a Biblioteca e Centro de Documentação e Pesquisa.

Local: Espaço de Tecnologias e Artes

30 vagas. Inscrições na Central de Atendimento do Sesc Vila Mariana a partir de 21/8 (credencial plena) e de 28/8 em diante para demais interessados (vagas remanescentes). 

(Ilustração: Joaquín Torres Garcia)

Artes Visuais

História da Arte Periférica: processos anticoloniais nas produções artísticas na América Latina Com Beatriz Lemos

Classificação etária: De 16 a 60 anos

Essa atividade aconteceu de 12/09/2018 a 31/10/2018
no Sesc Vila Mariana.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Cursos e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo.