Sesc SP

Esta atividade faz parte da

O OUTRO TRANS-ATLÂNTICO - Exposição e atividades integradas. saiba mais

Atividades Exposição

O curso apresenta um panorama da produção abstrato-geométrica no Brasil no segundo Pós-Guerra. Primeiramente é apresentado um resumo das vanguardas históricas que adotaram a abstração geométrica, a fim de criar subsídios para a compreensão do caso brasileiro. Abordagem do contexto histórico e os principais eventos que antecederam a formação dos grupos Ruptura (SP) e Frente (RJ) e, em seguida, análise dos respectivos programas, observando os pontos de contato e de divergência entre ambos. O Neoconcretismo carioca e a Teoria do Não-Objeto também serão assuntos das aulas, bem como as contribuições de artistas brasileiros para a arte cinética internacional.

Regina Teixeira de Barros - Doutoranda do Programa Interunidades de Pós-Graduação em Estética e História da Arte. Foi curadora da Pinacoteca do Estado de São Paulo, professora de História da Arte e Estudos sobre Museus no curso de Artes Plásticas da Faculdade Santa Marcelina, coordenadora editorial e da equipe de pesquisa da publicação do Catálogo Raisonné Tarsila do Amaral. Como curadora independente, realizou diversas exposições. Em 2018 recebeu o Prêmio Maria Eugênia Franco da ABCA (curadoria pela exposição) e o Prêmio de Melhor Exposição Nacional da APCA pela mostra Anita Malfatti: 100 anos de arte moderna.


Local: Sala de Múltiplu Uso (3º andar).
Inscrições a partir de 2/10 na Central de Atendimento.
30 vagas. Grátis.


(Foto: Estúdio Margem | Divulgação)
 

Artes Visuais

As tendências abstratas no Brasil: concretismo e neoconcretismo com Regina Teixeira de Barros

Classificação etária: Acima de 16 anos

Sesc Pinheiros ver no mapa

16/10 A 25/10

TER, QUI
19H ÀS 22H
  • Grátis