Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Perspectivas - Abordagens sobre temas e questões do campo da cultura, em encontros independentes (Foto: SXC) saiba mais

Redes%20comunita%CC%81rias%20-%20propostas%20para%2.jpg

Frente à desigualdade digital que predomina no Brasil, nascem diversas Redes Comunitárias: iniciativas autogeridas onde os próprios usuários controlam a sua própria infraestrutura de comunicação. Essa apropriação tecnológica floresce num contexto adverso que é impulsionado pela necessidade.

Este ciclo de debates reflete sobre as tecnologias empregadas, os modos de realizar, os conceitos envolvidos e ainda apresenta experiências práticas de realização.

27/3. Introdução às redes comunitárias e outras formas de cooperação por meio das tecnologias de comunicação.
Com Dayane Araujo, Adriano Belisário, Rodrigo Troian.

28/3. Redes comunitárias na prática.
Com Lorena Freitas, Hiure Queiroz, Luandro Vieira.

Com Adriano Belisário. Mestre em Comunicação Social pela UFRJ, atua há mais de 10 anos pesquisa iniciativas de apropriação das tecnologias livres no Brasil. É membro da rede Coolab e autor dos livros "Copyfight" e o "Tecnomagia".

Com Daiane Araujo. Graduado em geografia, integrante da equipe do Instituo Pedro Macambira desde sua fundação e da Associação Casa dos Meninos desde 2010, atual coordenadora do projeto rede intranet Base Comum na zona sul de São Paulo.

Com Hiure Queiroz. Físico com Mestrado na Área de Ciências de Materiais pelo ITA, fundador do Coletivo Sitio Do Astronauta e membro da rede Coolab. Atua na Rede Comunitária Portal Sem Porteiras na cidade de Monteiro Lobato, São Paulo, tem se dedicado intensamente no fortalecimento de Redes Comunitárias pela América Latina.

Com Lorena Freitas.Técnica em Telecomunicações formada pelo Instituto Federal do Pará, Graduanda em Engenharia de Telecomunicações na UFPA e sócia-fundadora da Associação FAB LAB Belém. Estudando redes comunitárias há 2 anos e atualmente trabalhando na implementação de uma rede na comunidade de Boa Vista do Acará no Pará.

Com Luandro Vieira. Programador autoditada, colabora atualmente com desenvolvimento do protocolo decentralizado Secure Scuttlebot e com o coletivo Alter Mundi de redes comunitárias. Também está impulsionando experimentos em rede comunitária e conteúdo local em sua própria comunidade, Moinho, na Chapada dos Veadeiros.

Com Rodrigo Troian. Administrador pela UFRGS, atua na área de sistemas e redes com foco em embarcados e soluções livres a mais de duas décadas. É membro da rede Coolab e atua como consultor em redes comunitárias para organizações nacionais e internacionais na formação e apoio a implementação de redes pelo Brasil.

(Foto: Coo Lab)
 

Ações para a Cidadania

Redes comunitárias - propostas para uma internet e redes autônomas

Classificação etária: Acima de 16 anos

Sesc Centro de Pesquisa e Formação ver no mapa

27/03 A 28/03

QUA, QUI
10H ÀS 13H
  • R$ 4,50
  • R$ 7,50
  • R$ 15,00

*27/3 e a 28/3