Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Espetáculo premiado da coreógrafa Maguy Marin chega a Pinheiros

Espetáculo BiT<br>Foto: Herve Deroo
Espetáculo BiT
Foto: Herve Deroo

O Sesc Pinheiros recebe, nos dias 7 e 8 de outubro, o espetáculo BiT, 49ª criação da bailarina e coreógrafa francesa Maguy Marin, reconhecida em todo o mundo pela qualidade e inovação de sua obra. BiT está dentro da programação do FranceDanse, festival de dança que passa por 16 cidades do Brasil. Em São Paulo, a realização é uma parceria com o Sesc e o Consulado Geral da França na capaital.

O título do espetáculo se refere ao termo de informática que designa a unidade de medida de informação. Essa palavra já oferece um primeiro elã rítmico após o qual o espetáculo toma forma, com uma implacável sucessão de escansões e impulsos, de torções e tensões orquestradas com o rigor febril de uma dança ao mesmo tempo alegre e desesperada.

Sob a influência da batida da música eletrônica, a montagem apresenta coreografias pulsantes e cheias de significados, desvelando facetas do comportamento humano através do movimento e do magnetismo dos corpos. A farândola, forma de dança coletiva transmitida através dos tempos, é motivo que surge de modo constante na peça. A interação entre os bailarinos acontece a partir de suas mãos, representando os pontos de contato e as formas como as pessoas se relacionam no mundo hiperconectado de hoje. Ao som do techno, BiT nos leva a nossas responsabilidades individuais dentro da sociedade.


Sobre Maguy Marin

Bailarina e coreógrafa francesa nascida em Toulouse, Maguy Marin tem mais de 40 anos de trajetória e é referência internacional em dança contemporânea, tendo recebido inúmeros e importantes prêmios e honrarias em diversas partes do mundo. Em junho de 2016, a Bienal de Dança de Veneza concedeu-lhe um Leão de Ouro pelo conjunto de sua obra.

Marin estudou dança clássica no conservatório de Toulouse, passou pelo balé de Estrasburgo e, em Bruxelas, ingressou na Mudra, escola multidisciplinar criada por Maurice Béjart. Após fundar e dirigir importantes companhias e centros de dança e coreografia, em 2015 a coreógrafa deu início a um ambicioso projeto: o Centro de Arte Ramdam, que oferece aos artistas um movimento permanente de experimentações.


Clique aqui para conhecer a programação completa do festival FranceDanse em São Paulo.

Outras programações