Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

A música como instrumento de educação

A música é uma linguagem universal, representada e executada em sua pluralidade por todas as civilizações ao redor do mundo. Seu ensino existe desde a Grécia Antiga e estima-se que as primeiras orquestras tenham sido formadas no mesmo período. Para além de uma experiência puramente estética e contemplativa, o aprendizado musical contribui no desenvolvimento da inteligência humana e na integração social, favorecendo tanto o desenvolvimento cognitivo e linguístico, quanto o psicomotor e socioafetivo, principalmente das crianças.


A potencialidade da música ultrapassa a simples fruição e apreciação do público, ao relevar papéis importantes da arte, sobretudo na educação. Nesse sentido, a música é capaz de atuar como facilitadora do processo de aprendizagem não apenas musical, mas interdisciplinar, tornando o ambiente escolar mais agradável e receptivo a novos conteúdos, ampliando ainda o repertório cultural.


As histórias infantis também se valem da música para transmitir conhecimentos e valores sociais. Da mesma maneira, o contrário pode acontecer, quando a música se utiliza da linguagem simbólica dos contos para se aproximar das crianças e despertar o interesse para o aprendizado musical. É o caso da história de Pedro e o Lobo. Composta pelo russo Sergei Prokofiev, em 1936, a obra tem o objetivo pedagógico de apresentar às crianças as sonoridades dos diversos instrumentos de uma orquestra. Cada personagem é representada por um instrumento diferente.


Pedro e o Lobo ganhou várias versões para cinema, teatro e televisão, e já foi executada por músicos de diversos países. Este mês, o SescTV exibe a versão produzida e dirigida, em 2013, pelos franceses Gordon, Pierre-Emmanuel Lyet e Corentin Leconte. A produção mescla personagens reais a animações digitais, criadas com símbolos tipográficos e musicais. O pássaro, amigo de Pedro, é representado pela flauta, o pato pelo oboé, o gato pelo clarinete e o avô pelo fagote. Os tiros de espingarda dos caçadores são representados pelos sons percussivos dos tímpanos. O lobo é representado pela trompa e Pedro, o herói, é representado por um garoto e seu violino, acompanhado por outros instrumentos de corda dos músicos da Orquestra Nacional da França.


Outra produção francesa que utiliza a mesma técnica é O Carnaval dos Animais, com direção de Andy Sommer e Gordon. A obra é a adaptação do espetáculo de Camille Saint-Saëns, produzida em 1886, e retrata a história de diferentes animais que vão a uma festa de carnaval. Na produção, o garoto Rayane recebe de seu pai o livro do Carnaval dos Animais. Todas as noites, o menino pede para que ele leia a história dos diferentes bichos da floresta que se prepararam para ir à festa. Utilizando técnicas de animação, eles invadem a tela, enquanto a Orquestra Filarmônica da Rádio França executa obras que seguem o ritmo e o jeito de ser de cada um dos animais.


Os concertos para violino e orquestra, compostos em 1723, pelo italiano Antonio Vivaldi, também ganharam sua versão infantil na França, na produção As Quatro Estações de Antônio, dirigida por Phillippe Béziat e Gordon, em 2012. O musical conta a história de Antônio, um garoto que passa as tardes no ateliê de seu avô, luthier de violinos, que lhe dá de presente pelo seu aniversário de 10 anos, um livro encantado que, ao ser aberto, toma o ambiente com a composição de Vivaldi.

Assista online em www.sesctv.org.br/aovivo

CARNAVAL DOS ANIMAIS
Dia 12, 20h30
Direção: Andy Sommer e Gordon
Classificação: Livre

PEDRO E O LOBO
Dia 19, 20h30
Direção: Gordon, Corentin Leconte e Pierre-Emmanuel Lyet
Classificação: Livre

AS QUATRO ESTAÇÕES DE ANTONIO
Dia 26, 20h30
Direção: Phillippe Béziat e Gordon
Classificação: Livre

Fotos relacionadas

Outras programações

Tecnologias e Artes

Programação para Crianças: Desafios com Scratch

Programação para Crianças: Desafios com Scratch

SESC Avenida Paulista

Saiba mais