Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Do rock e dos rótulos

Formado em Chicago, no início dos anos de 1990, o Tortoise é creditado como um dos nomes fundamentais no que veio a ser o indie rock; cercados de uma rica cena local que incluia os mais diversos gêneros, não é de se admirar todas as influências que o som da banda deixa no ar a cada faixa.

 

 

Em parte por todas essas influências - e muito mais por suas experimentações musicais nesses mais de vinte e cinco anos de carreira - a banda talvez tenha ouvido todas as variações possíveis de uma mesma pergunta: como vocês descrevem o tipo de música que fazem?

Experimental. Rock. Progressivo. Trilha sonora. Post rock.

Indie. Eletrônica. Ambiente. Jazz rock. Fusion. Minimalista.

Nenhuma dessas opções dá conta de resumir o som que eles fazem, ao mesmo tempo em que todas elas descrevem uma parte desse mesmo som. Estranho isso? 

Não. Nada pode ser estranho quando se descreve a música de um grupo em que cinco músicos se revezam trocando de posições e tocando todos os intrumentos - as vezes dois ao mesmo tempo - em um palco que pode chegar a ter até três teclados e duas baterias.

 

Tom Zé. Tom Zé?

E se isso não é estranho, também não soa fora do lugar que um dos nomes mais associados ao experimentalismo musical brasileiro tenha requisitado os serviços da banda.

Para sua turnê internacional de 1999, Tom Zé fez do Tortoise sua banda de apoio em diversas apresentações, algo que os integrantes reconhecem, de forma unânime, que foi a mais frutífera de todas as parcerias que tiveram; as gravações piratas desse material circulam pela internet desde os primórdios do Napster e similares.
 

"[A música do Tortoise] é algo que renovou minha fé no futuro da humanidade"
Tom Zé, exagerado e na medida

 

 

The Catastrophist

O show de 2016 trouxe para São Paulo a turnê de The Catastrophist, o primeiro lançamento da banda em mais de sete anos - se é que alguém ainda conta uma carreira pelos discos lançados.

 

 

Gravado no Sesc Pompeia, o show traz as faixas que, originalmente, foram encomendadas ao grupo pela prefeitura de Chicago, em 2010, para traduzirem em uma apresentação ao vivo, o espírito da cidade; pensadas para o improviso livre dos músicos durante a apresentação ao vivo, as faixas foram depois retrabalhadas e, no ano passado, viraram o sétimo disco da banda.

 

 

Tortoise
Estreia: 29/11, quarta-feira, às 22h
Reapresentações: 30/11, quinta, às 2h; 2/12, sábado, às 19h; 3/12, domingo, às 3h e às 7h.
Classificação Indicativa: Livre
Assista em www.sesctv.org.br/aovivo em no nosso canal do Youtube

Fotos relacionadas

Outras programações