Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

5 motivos para observar os pássaros

Sabiá-laranjeira - Foto Marco Silva (Acervo SAVE Brasil)
Sabiá-laranjeira - Foto Marco Silva (Acervo SAVE Brasil)

No meio dessa correria diária em que vivemos, é difícil pensar em parar para observar e ouvir as pessoas.
Dá pra imaginar fazer isso com pássaros? Claro que sim!

No mês de janeiro o Sesc Osasco oferece uma atividade de Turismo dentro do projeto Oba. Férias!, com o intuito de tirar os adultos e as crianças da rotina para observar pássaros!

Confira abaixo 5 motivos para se tornar um birdwatching e embarcar nessa aventura!

1 – Jardim Burle Marx

Conhecer a obra paisagística e arquitetônica de Roberto Burle Marx, datada de 1950, que conta com mais de 50 espécies de plantas herbáceas e arbóreas. O parque é responsável pela preservação de espécies remanescentes da Mata Atlântica, com fauna superior a 89 espécies, em grande maioria avifauna.

2 – Brincar de birdwatching

Birdwatching é um termo em inglês utilizado para os observadores de pássaros que fazem dessa atividade um hobby. Em muitos países as pessoas criam grupos e saem com seus binóculos a procura de pássaros. Nesse passeio, você pode se assemelhar à eles nessa prática.

3 –  Relaxar

Aprender a diferenciar um pássaro do outro só pelo canto do passarinho é uma experiência única, diferente, enriquecedora e, acima de tudo, relaxante.

4 – Passeio em família

Esse passeio não tem idade! Ele foi pensando para curtir com a família, curtir a interação com a natureza, aprender um pouco sobre as aves e observá-las em grupo. Ou seja, favorece a união, a partilha e os momentos de encontro.

5 – Conhecer espécies

No parque Burle Marx é possível encontrar espécies encantadoras, como o periquito-verde, alma-de gato, tico-tico, corruíras, espécies de beija-flor, até 3 espécies de pica-paus (como por exemplo o exuberante pica-pau-de-cabeça-amarela), outras três espécies de sabiá (incluindo o sabiá-laranjeira, que é ave símbolo do nosso país), e aves migratórias que só ficam nessa região de agosto a fevereiro, como o bem-te-vi-rajado.

Um pouco sobre SAVE Brasil

A SAVE Brasil é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos, que tem um foco especial na conservação das aves brasileiras e que faz parte da aliança global da Bird Life Internacional presente em 120 países. Em 2014 a instituição criou o Projeto Cidadão Cientista visando promover a observação e o monitoramento de aves como ferramenta de conservação das espécies e seus habitats através do envolvimento da sociedade.

Desde então mais de 14 parques no Brasil foram visitados pelos grupos de observadores de aves e amantes da natureza. O projeto inclusive recebeu em 2017 o Prêmio Von Martius de Sustentabilidade que reconhece os principais projetos no país com foco em boas práticas.

Karlla Barbosa, Coordenadora de Projetos da SAVE Brasil, nos conta um pouquinho sobre como isso acontece:

Pessoas, ou cidadãos cientistas como chamamos, de todas as idades e níveis de conhecimento, se encontram no parque com hora marcada e fazem uma caminhada de cerca de 1 a 2 horas. O grupo é acompanhado por ornitólogos, ou seja, técnicos especializados em aves, para que possam mostrar e contar um pouco sobre as espécies observadas. Durante o trajeto são anotadas todas as espécies de aves observadas e, ao termino da caminhada, a lista é conferida e inserida no aplicativo eBird. Esses dados ficam disponíveis para que qualquer pessoa em qualquer parte do mundo possa ver. A revisão das espécies é feita também através de fotos e cantos das espécies para que todos possam conhecer um pouco mais da rica diversidade de aves que temos em nossos parques.

Tá animado? Então corre para fazer sua inscrição! O passeio tem vagas limitadas e você tem todas as informações aqui.

Fotos relacionadas

Outras programações

Ações para a Cidadania

Ateliê de observação ativa: A motricidade livre e o brincar de 0 a 3 anos segundo a abordagem Pikler

Ateliê de observação ativa: A motricidade livre e o brincar de 0 a 3 anos segundo a abordagem Pikler

SESC Vila Mariana

Saiba mais

Ações para a Cidadania

Ateliê de observação ativa: A motricidade livre e o brincar de 0 a 3 anos segundo a abordagem Pikler

Ateliê de observação ativa: A motricidade livre e o brincar de 0 a 3 anos segundo a abordagem Pikler

SESC Vila Mariana

Saiba mais

Ações para a Cidadania

Ateliê de observação ativa: A motricidade livre e o brincar de 0 a 3 anos segundo a abordagem Pikler

Ateliê de observação ativa: A motricidade livre e o brincar de 0 a 3 anos segundo a abordagem Pikler

SESC Vila Mariana

Saiba mais