Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Espiando o Sesc Avenida Paulista em 10 fotos

Nada de grandes spoilers! Ainda não vamos mostrar o que vai rolar no fim da temporada de inauguração, mas não custa nada revelar um pouquinho do que serão os 17 andares da nova unidade. Segure a ansiedade! A partir de 29 de abril ela abre as portas para o público.

 

1. 

Em três dos 17 andares do prédio, haverá uma estrutura parecida a esta, com grids para iluminação, som e pé direito duplo. Ou seja, teremos muitas possibilidades para receber várias expressões artísticas diferentonas. 

 

2. 

Sim, já vamos falar do Mirante! Mas você não vai precisar chegar até ele pra fazer um belo clique da avenida mais famosa do Brasil. Ela vai estar lá, lindona, pra quem quiser espiar pelo 13º andar, onde teremos um espaço expositivo.

 

3.

Ou pela Comedoria, no 16º andar, enquanto estiver rolando uma pausa pro lanche.

 

4. 

Aliás, olhando para o outro lado, quem vai te espiar é o próprio Niemeyer, cuja foto estampa o mural gigante criado pelo artista Eduardo Kobra em 2013. 

 

5.

Com essa aparência futurista e acinzentada, pode parecer que, internamente, o prédio é escuro e recebe pouquíssima iluminação.

 

6.

Mas no detalhe dá pra perceber que isso é um belíssimo engano. Repare os vidros na lateral do edifício, através deles a unidade receberá iluminação natural em praticamente todos os ambientes abertos ao público. 

 

7. 

E já que mencionamos ele lá atrás, melhor dar uma olhada mais de perto no Mirante! O acesso a ele será pelo 17º andar, onde fica também o Café. 

 

8.

Olhando para a esquerda dá pra ver a avenida em quase toda a sua extensão!

 

9.

E à direita, olha lá o Niemeyer de novo com cara de conteúdo.

 

10.

Agora é só sentar, relaxar e esperar por mais novidades desta inauguração, que pouco a pouco vão aparecendo por aqui no portal e também na página do Sesc Avenida Paulista no Facebook e Instagram

 

Lembrando que, a partir de 29 de abril, nos vemos na Paulista!

 

Para ouvir:
A playlist Batidas da Cidade Cinza mostra que a urbe é mais que fumaça e concreto. Ouça a seleção de batidas dedicada aos insones da megalópole:

Outras programações