Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Isso é Coisa de Mulher!

A programação de Tecnologias e Artes do Sesc Catanduva de agosto enfatiza a força do fazer feminino, em diversas linguagens. Rica e variada, esta proposta visa buscar uma reflexão sobre o papel das mulheres no mundo contemporâneo. Papel este, em constante evolução, conquistado degrau por degrau.

Discutir o papel da mulher é rever uma série de convenções sociais, condicionamentos e práticas que são realizadas diariamente. O Sesc Catanduva acredita que trazer à pauta uma programação com mulheres que são investidas de autoridade, por suas escolhas e histórias de vida, é uma ação transformadora, que colabora com a melhoria da condição das mulheres nos dias de hoje. É disso que se trata a programação do Bem por Elas.

Falar de feminismo, atualmente, é algo bastante complexo. A palavra em si transformou-se em algo muitas vezes impopular, quase incômodo, o que é o primeiro preconceito a ser vencido. Feminista não é a pessoa que odeia homens, ou a mulher que deixa de se cuidar; isto é um equívoco. A mulher pode se maquiar e pintar o cabelo, e ser feminista. Ou pode sair com a cara lavada e os cabelos desgrenhados como ela quiser, e ainda assim ser uma feminista. Usar calças ou vestido, isso nada tem com o conceito do feminismo. Homens e mulheres podem (e devem) ser feministas, enquanto pessoas que acreditam na igualdade de direitos entre os gêneros.

As propostas da programação do Bem por Elas, apesar de diferentes entre si, possuem um fio condutor que as norteiam: as mulheres devem ter poder de escolha, de decisão. Elas devem ser capazes de decidir sobre o que querem vestir, os lugares onde querem ir, ou a profissão que desejam assumir. A programação promove justamente ferramentas de crescimento; pode ser considerada, portanto, uma ação de cidadania, de transformação social.

Lugar de mulher é onde ela quiser, quando ela desejar. Nada mais justo então que seja agora! Agosto - ou outro mês qualquer - o que importa é a sensibilização para temas que abrem horizontes e estimulam o diálogo e a difusão de conhecimento entre todos, mulheres e homens. Bem por Elas é isso: uma programação ministrada por mulheres, que valoriza o protagonismo feminino e incentiva a sociedade a pensar, refletir, discutir e agir de maneira diferente. Para inspirar.

Mulheres que discutem futebol, que criticam e comentam jogos. Mulheres que empreendem, que buscam soluções administrativas e estudam estratégias para atingirem metas comerciais. Mulheres que curtem eletrônica, que são capazes de construir  circuitos, que são artistas e criativas. Mulheres que são apaixonadas por motores, que consertam carros, que entendem de mecânica, que sujam as mãos de óleo e graxa. Sim, porque as mulheres são isso tudo. E muito, muito mais.

"Mulher não entende de esporte. Você gosta de verdade de futebol? Então explica o que é um impedimento."
Tente imaginar quantas vezes uma mulher já escutou isso. No bate papo com as narradoras, que acontece no dia 11, vamos conhecer a opinião de três entendidas no assunto: Elaine Trevisan, primeira mulher a narrar a Liga dos Campeões na TV, Giovanna Kiill e Camilla Garcia. Aproveitando o clima de pós-copa e todos os argumentos que surgiram até então, elas vão provar que futebol, assim como todo e qualquer esporte, é coisa de mulher também. 



Sabe aquela simples limpeza do carburador, que se transforma em troca de peças com um gasto astronômico? Se você já passou por uma situação parecida vai adorar conhecer a Thais Roland. Ela é mecânica, entende muito de carros e motores, e no dia 18 vai realizar um “Plantão de dúvidas automotivas”, para auxiliar as pessoas a cuidarem melhor de seus automóveis. Saiba mais sobre esta atividade aqui:

 

 

Outro destaque é a mesa redonda “Mulheres de Hoje”, no dia 25, com várias mulheres convidadas, entre elas, três instrutoras do Sesc SP que trabalham nos ETA’s (Espaços de Tecnologias e Artes) das unidades de Osasco, 24 de Maio e Avenida Paulista. Elas gostam de tecnologias, são criativas, gostam de eletrônica, de música, de artes... cada uma do seu jeito, são três mulheres distintas porém com o mesmo comprometimento em educar e inspirar pessoas, jovens, idosos e crianças, a descobrirem o melhor delas. São engajadas em trazer reconhecimento às mulheres.

 Bem por Elas: diversas profissionais, de diferentes áreas do conhecimento ligadas a campos que, na maioria das vezes, não são relacionados à figura do feminino, apresentam seu trabalho, sua trajetória de vida e discutem a suposta diferença, atribuída arbitrariamente, entre áreas do conhecimento e profissões ditas femininas ou não. De 7 a 31 de agosto, programação gratuita, aberta a todas interessadas. 

>>Confira a programação completa aqui.

Outras programações