Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Mesas de Debate - Nós tantas outras

Durante os dias 28/nov e 02/dez, o Encontro Internacional Nós tantas outras discutiu sobre a condição social da mulher em diferentes localidades e realidades, além dos feminismos e os desafios que se apresentam na contemporaneidade.

Com palestrantes de diversos países e profissionais em diversas especialidades, dez debates passaram por cinco unidades do Sesc.

Assista na íntegra todas as mesas de discussão: 

 

“Feminismo negro: ações antirracistas no mundo contemporâneo”

A primeira mesa do encontro aconteceu no Sesc Itaquera, e teve a cientista social Nubia Regina Moreira, a socióloga americana Patricia Hill Collins e mediação da historiadora Dulci Lima. Juntas, elas trouxeram a trajetória e os desafios para o fazer e para o pensar das feministas negras contemporâneas.

 

 

“Origens dos movimentos e teorias feministas”

Ainda no Sesc Itaquera, a antropóloga Adriana Piscitelli e a ativista política Amelinha Teles reuniram-se com a designer digital Regiany Silva de Freitas para compor a segunda mesa de debate. No encontro, elas debateram seus espaços de organização, trajetórias e estratégias que envolvem outros movimentos sociais e o poder público.

 

 

"Concepções e Práticas Feministas na América Latina"

Para dar início ao segundo dia de programação, a terceira mesa de debate aconteceu no Sesc Avenida Paulista e apresentou a filósofa venezuelana Alba Carosio, a socióloga equatoriana Irene Leon e a antropóloga Rita Laura Segato, mediadas pela linguista Ana Lúcia Silva Souza.

"Sexualidade, Identidade de Gênero e Feminismos"

A historiadora Marisa Fernandes, a trabalhadora sexual Monique Prada e a escritora transfeminista Helena Vieira, mediadas pela jornalista Adriana Ferreira Silva conversaram no Sesc Avenida Paulista sobre a multiplicidade de sujeitos do feminismo, construída a partir de diferentes contextos históricos, culturais e sociais, bem como de questões da sexualidade e da identidade de gênero.

 

 

"Movimentos de Mulheres em Culturas Diversas"

No Sesc Santana aconteceu o terceiro dia de debate. A socióloga moçambicana Isabel Casimiro, a pesquisadora Muna Omran e a cientista social Edneia Gonçalves debateram sobre as expressões de gênero em diferentes culturas, e como contribuir para a edificação de alianças e para a superação dos dilemas atuais.

 

 

"Corpo e Saúde: Direitos, Reivindicações e Padrões Sociais"

A segunda mesa de debate do dia, apresentou os avanços e os retrocessos nos campos corpo, saúde e direitos, bem como a incorporação de novas matérias, como a inclusão de pessoas transexuais nos programas de saúde da mulher e contou com a presença da psicanalista Letícia Lanz, a assistente social Lucia Xavier e a médica suíça Rina Nissim, mediadas pela antropóloga Marisol Marini.

 

 

"Movimentos de Mulheres em Culturas Diversas"

No Sesc Campo Limpo, as discussões sobre as expressões de gênero em diferentes culturas fomentaram a sétima mesa do Encontro Internacional, que contou com a presença da historiadora e pesquisadora Patricia Godinho Gomes da Guiné Bissau e Yuan Feng da Equality, ONG de Pequim dedicada aos direitos das mulheres e à igualdade de gênero na China, com mediação da cientista social Edneia Gonçalves.

*Por pedido de Yuan Feng, sua fala não foi gravada.

 

"Mulheres e representatividade política"

A escritora Hailey Kaas, a indígena e deputada federal eleita Joenia Wapichana, e a cientista política uruguaia Soledad González Baica participaram da segunda mesa de debate do Sesc Campo Limpo. A mediação foi feita pela linguista Ana Lúcia Silva Souza.

 

 

 

"As reações e ameaças aos movimentos feministas e às mulheres na atualidade"

Para abrir o último dia de debate, no Sesc Pompeia, a professora argentina Cecilia Palmeiro e a antropóloga Rosana Pinheiro-Machado (Brasil), mediadas pela cientista social Carla Cristina Garcia, conversaram sobre as relações com as forças políticas conservadoras que se opõem às feministas e suas pautas, e como isso pode representar ameaças à manutenção de direitos já adquiridos ou à obtenção dos que ainda estão na luta.

 

 

Direitos das Mulheres: Pautas e Conquistas

Para encerrar o Encontro Internacional Nós Tantas Outras, a última mesa do debate contou com Maria Carolina Ferracini - gerente de projetos na ONU Mulheres, e a escritora afegã Noorjahan Akbar para debater as conquistas nos direitos, as dificuldades e os desafios em garantir e implementar políticas de redução das desigualdades de gênero e da violência contra a mulher. A advogada Maria Sylvia Aparecida de Oliveira fez a mediação.

 

Saiba mais sobre o Encontro Internacional Nós Tantas Outras em sescsp.org.br/nostantasoutras

 

Outras programações