Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Voz de mulheres por nós mulheres

*Por Amanda Silva

Uma playlist de músicas nacionais contemplando diferentes épocas e estilos musicais para dar voz às mulheres em canções que trazem a sensibilidade feminina, protesto e denúncia, além de pertencimento e representatividade. Aspectos estes que sempre estiveram presentes na música e no cotidiano das pessoas, mas que, por diversos motivos, tem ganhado maior visibilidade nos últimos tempos.

A proposta é, também, falar de mulheres e de seu universo mas não em terceira pessoa, e sim por suas próprias vozes e gritos. Não precisamos mais nos disfarçar de homem para exercer a profissão que queremos, como em outra época ocorreu com a profissão de palhaço, que era um espaço reservado aos homens, ou usar codinomes masculinos para escrever poesia, somos livres e podemos estar onde quisermos!

É curioso que 'liberdade', em meio ao século XXI, seja uma palavra tão urgente, pois há séculos a história conta que num momento pessoas negras foram escravizadas e noutro a escravidão foi abolida, mas quantas mulheres e crianças todavia não vivem numa condição de servidão e cárcere domiciliar? E quando se trata da mulher negra então?

Dados atuais mostram que, ainda nos dias de hoje, a violência contra mulher negra é maior e segue crescendo mais do que se comparada à mulher não negra. Por que não está diminuindo para todas? Pensar a liberdade nesses contextos é ampliar o olhar e enxergar nossa liberdade sexual, nossos ventres livres e nossa liberdade de ser e estar no mundo.

O recadinho que fica ao final de nossa playlist é: liberte-se! Se ele/a não te deixa ser, ele/a não precisa estar.

*Amanda Silva é programadora do Sesc Birigui, atuou como curadora e coordenadora geral do projeto Dona de Mim, além de ter contribuído com a playlist Nós Mulheres.

Você pode escolher onde escutar: a mesma playlist está disponível no Spotify e no Deezer:

 

Outras programações

Literatura

Diálogos do Feminismo Negro: Brasil e Caribe nas obras de Ana Maria Gonçalves e Maryse Condé

Diálogos do Feminismo Negro: Brasil e Caribe nas obras de Ana Maria Gonçalves e Maryse Condé

SESC Avenida Paulista

Saiba mais