Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Um dia no Mesa Brasil do Sesc Ipiranga

Mesa Brasil Sesc Ipiranga | Foto: Guilherme Oliveira
Mesa Brasil Sesc Ipiranga | Foto: Guilherme Oliveira

O Programa Mesa Brasil chegou ao Sesc Ipiranga no dia 28 de janeiro, já contando com a parceria de 27 empresas doadoras e 51 instituições sociais cadastradas. Em 20 dias de atividade, foram distribuídos mais de 14,5 toneladas de alimentos que beneficiaram cerca de 6029 pessoas atendidas nestas instituições.

Diariamente, de segunda a sexta-feira, o trabalho é realizado por uma equipe que desenvolve ações integradas ao selecionar, coletar e transportar uma variedade de alimentos doados por parceiros e entregar nas instituições beneficiadas. De manhã, com um roteiro  pré- determinado, dois veículos com um motorista e um ajudante geral em cada, saem às ruas para realizar a Colheita Urbana (busca onde sobra e entrega onde falta),  enquanto a equipe administrativa monitora, por telefone e aplicativos de celular, a quantidade e as características dos alimentos recebidos para definir, com base nas necessidades dos atendimentos feitos pelas instituições, a melhor forma de distribuição, que acontece no período da tarde no mesmo dia da coleta.

Numa quinta-feira, dia 14 de fevereiro, acompanhamos essa dinâmica e contaremos um pouco desse o trabalho inspirador.

O trabalho das equipes começou bem cedo, às 7h da manhã os profissionais já estavam a postos para iniciar as atividades. Saímos da unidade por volta das 8h para acompanhar uma das equipes que faz a coleta e a distribuição das doações.

A primeira parada aconteceu em uma escola de panificação de modelo francês, com técnicas de fermentação natural e folhados - France Panificação -  comandada pelo Chef padeiro Jacques Paulin, que nos contou sobre a necessidade de doar os pães produzidos nas aulas, que não podem ser comercializados, e a dificuldade de se encontrar uma instituição comprometida para a retirada diária das doações. Ele relata que desde que a escola foi aberta, há três anos, foram feitas várias tentativas de se estabelecer uma parceria com alguma instituição social da região que pudesse retirar os produtos doados diariamente, pois a escola não possui espaço para armazenamento. No entanto, a dificuldade de coleta e transporte que as instituições manifestavam impossibilitou essa cooperação, sendo que muitas vezes foi necessário dispensar toda a produção no lixo.  

Atualmente todos os produtos produzidos diariamente pelos alunos dos cursos de panificação da escola (em média, são 25 kg de produtos como pães, croissants e brioches) têm sido doados ao Mesa Brasil no Sesc Ipiranga. Para o Chef, estabelecer uma parceria com o Mesa Brasil tem sido muito positivo, pois além do comprometimento com a coleta diária da doação, há a confiança por ser um programa sério que contribui para o combate à fome e melhor distribuição de alimentos. Jacques enfatiza que evitar o desperdício de comida em uma cidade onde muitas pessoas passam fome não deveria ser motivo de admiração, mas um compromisso de todos os cidadãos: “Doar não deveria ser uma exceção”.

Doação de Pães | Foto: Taba Benedicto

A segunda parada do dia foi no Sonda Supermercados, rede parceira do Programa há quase 10 anos, onde foram coletados frutas, legumes e verduras que, apesar de perderem valor comercial, ainda mantêm todas as suas qualidades nutricionais e permanecem bons para o consumo.  Após separados e corretamente acondicionados pela equipe, conforme os critérios de seleção do Programa, foram destinados à complementação de refeições das pessoas que frequentam as instituições atendidas.

Escolha e separação de hortifruti | Foto: Taba Benedicto

Uma das caixas de hortifrútis selecionados | Foto: Vanessa Zaidan dos Santos

Segundo o funcionário Tiago Nunes, encarregado da área de hortifrutis do supermercado, após o início da parceria com o Mesa Brasil e a conscientização de que os produtos não seriam mais descartados no lixo , servindo  para alimentar pessoas carentes, houve uma mudança no comportamento dos funcionários do setor, que passaram a separar os produtos com mais cuidado e acondicioná-los de forma a garantir que pudessem ser aproveitados.

A segunda parte do dia foi para a entrega dos produtos coletados. Enquanto avaliava a forma de distribuição e compartilhava com o administrativo do Programa que gera os recibos, a nutricionista responsável pela coordenação do programa no Sesc Ipiranga, Vanessa Zaidan, decidiu a entrega pela região de Heliópolis, planejou a distribuição do que foi coletado considerando necessidade, perfil de público, quantidade de pessoas, serviço e comunicou as instituições sociais que receberiam os produtos.

A primeira instituição a ser beneficiada naquele dia foi o Centro Dia do Idoso (CDI) Nelson Mandela, que atende idosos carentes na comunidade de Heliópolis. A entidade recebe cerca de 30 idosos que passam o dia no local. O centro oferece 90 refeições diárias (café da manhã, almoço e lanche da tarde), além de atividades artísticas e culturais, no espaço de convivência , das 7h às 19h.

Entrega de doações  no Centro Dia do Idoso Nelson Mandela | Foto: Taba Benedicto

A nutricionista Bianca Lauriano dos Santos, responsável pela alimentação da instituição, contou que com a parceria com o Mesa Brasil a instituição passou a oferecer refeições mais diversificadas e saudáveis, agregando valor nutricional e proporcionando a realização de mais oficinas culinárias para ensinar aos idosos como aproveitar todos os tipos de verduras e legumes, conservando suas qualidades nutricionais.  Além de complementar as refeições, as doações também permitiram o desenvolvimento de atividades com os idosos que frequentam o espaço.

Em seguida, acompanhamos a segunda entrega do dia, que foi realizada no Centro para Criança e Adolescente (CCA) Heliópolis. A entidade atende cerca de 180 crianças com faixa etária entre 06 e 15 anos, em contraturno escolar, oferecendo duas refeições diárias por turma -  manhã e tarde - além de espaços para convivência e práticas de atividades esportivas e sócio educativas.

Entrega de doações no Centro para Crianças e Adolescentes Heliópolis  | Foto: Taba Benedicto

De acordo com a gestora responsável pela instituição, Solanje Agda da Cruz de Paula Pinto, a parceria com o Mesa Brasil tem permitido que a entidade aumente o número de atendimentos,  e garante uma alimentação mais rica e variada, sendo extremamente importante para as crianças e adolescentes beneficiados, pois os mesmos estão em idade de desenvolvimento, e muitas vezes é a única refeição que fazem durante o dia.

A cozinheira Maria sorri quando fala sobre as doações do Mesa Brasil, pois conta com esses produtos para diversificar o cardápio com saladas, frutas e agora com os pães diferentes, uma novidade que as crianças adoram.

Doações para o Mesa Brasil em 14 de fevereiro 2019.Foto: Janaína Cristina Pereira dos Santos

Ao final deste dia foram coletados 527,5 kg de alimentos pelas duas equipes, o que possibilitou o atendimento de 06 instituições, beneficiando diretamente 710 pessoas.

Acompanhar parte do trabalho desenvolvido pela equipe nos possibilitou entender o quão significativo é o Programa, e que o impacto gerado por esse trabalho de mediação vai muito além de evitar o desperdício de alimentos, mas também é capaz de provocar novos olhares e mudanças de comportamento que podem contribuir para a formação da consciência cidadã, como no caso dos funcionários das empresas doadoras e de melhorar a qualidade de vida das pessoas, com dignidade, seja na alimentação ou na ampliação de conhecimentos, visto a promoção de oficinas culinárias no Centro Dia do Idoso e tantas outras instituições. Além, é claro, de cumprir uma função social e educativa, cerne do trabalho desenvolvido pelo Sesc.

O Programa Mesa Brasil

O Mesa Brasil Sesc surgiu de uma experiência pioneira do Sesc São Paulo, em 1993, com o objetivo de combater o desperdício de alimentos.  Aos poucos a iniciativa foi sendo expandida para outros estados e em 2003 o programa já estava presente em todos os regionais do país.

Trata-se essencialmente de um programa de segurança alimentar e nutricional baseado na distribuição de alimentos excedentes ou fora dos padrões de comercialização e ações educativas.

O trabalho consiste em coletar alimentos onde sobra e entregar onde falta, contribuindo para a diminuição do desperdício e redução da condição de insegurança alimentar de crianças, jovens, adultos e idosos atendidos pelas instituições sociais beneficiadas. Em ambos os polos desse percurso, as estratégias de mobilização e as ações educativas incentivam a solidariedade e o desenvolvimento comunitário.

As atividades educativas como cursos, oficinas e palestras para difusão de conhecimentos, troca de informações e experiências junto aos profissionais, voluntários e beneficiários das entidades sociais, bem como com as empresas doadoras, buscam promover a conscientização sobre a alimentação saudável e a reeducação alimentar, fortalecendo as ações das instituições atendidas.

A dimensão educativa tem papel fundamental para o programa, que não valoriza a cultura do assistencialismo, mas objetiva potencializar o trabalho por meio da formação de agentes multiplicadores.  

No último mês, janeiro de 2019, o programa Mesa Brasil Sesc no estado de São Paulo coletou e distribuiu mais de 400 toneladas de alimentos atendendo cerca de 688 entidades e beneficiando  mais de 123 mil pessoas.

--

O acompanhamento deste dia no Mesa Brasil foi realizado pela equipe de audiovisual do Centro de Produção Audiovisual do Sesc: Thiago Machado - assistente de audivisual | Aylton Lelis Joaquim- Cinegrafista | Walsmek da Silva - assistente de câmera e pela equipe do Sesc Ipiranga: Vanessa Zaidan - coordenadora do Mesa Brasil | Fabiana Freitas - assessora de imprensa.

Outras programações