Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Mulheres plurais protagonizam especial Mulheria no Sesc Sorocaba

Fotos: Mirella Ghiraldi 
Fotos: Mirella Ghiraldi 

Enquanto uma de nós estiver em perigo, todas estaremos

Foi com esta frase que a atriz Paula Cohen encerrou o espetáculo “Carne de Mulher”, que passou pelo Sesc Sorocaba durante o especial Mulheria.

Foi assim o mês de março inteiro: mulheres plurais protagonizaram a programação do especial e ecoaram pela unidade mensagens parecidas com a de Paula. Mais do que isso, por meio de diferentes linguagens, levaram o público a refletir sobre a luta feminista e pela equidade de direitos.

Bate-papos sobre feminismo em diferentes áreas: na esfera digital, turismo, saúde feminina e cinema; espetáculos de dança, teatro, shows musicais, sarau, narração de histórias, literatura, intervenções artísticas; oficina de silk, de alimentação e de ilustração marcaram a programação. 
 

 

As dezenas de atividades realizadas ao longo do mês carregaram em seu conteúdo o empoderamento feminino, a violência contra mulher, o feminismo e outras questões, sempre considerando as diferenças sociais, étnicas, sexuais e físicas que cada mulher traz consigo.

Nós estamos falando de mulheres reais para mulheres reais”, comenta Maria Angélica dos Santos Freitas, educadora dos projetos Curumim e Juventudes, quando questionada sobre a inspiração por trás do tema do Mulheria de 2019: Mulheres Plurais.

Junto a outras 12 mulheres, ela fez parte de uma comissão formada por profissionais de diversos setores do Sesc Sorocaba que, durante reuniões semanais, sugeriu atividades nas diferentes linguagens em que o Sesc atua. Cada mulher, dentro de suas bagagens culturais, experiências pessoais e compreensão de mundo, ajudou a lapidar uma programação para debater o “ser mulher” de várias formas. Foi assim que elas chegaram ao tema Mulheres Plurais.

Este grupo é essencial, pois coloca as mulheres no centro das discussões e decisões”, destaca a educadora.

Ambientação convidativa  

A comunicação do projeto também foi pensada pela comissão, que se preocupou em convidar o público a se envolver com a ambientação e a compartilhar seus momentos nas redes sociais.

Logo na entrada da unidade, um banner de cinco metros de altura, com fotos de 36 funcionárias do Sesc Sorocaba, já causava impacto. Adesivos com frases de personalidades femininas foram espalhadas pelos banheiros, elevadores e outros lugares; e carimbos foram disponibilizados para que o público pudesse marcar na pele ou em qualquer outro lugar a frase feminista que mais gostasse.

Fotos relacionadas

Outras programações