Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

A evolução da humanidade como reflexo da astronomia

Conhecer a astronomia é conhecer a própria história da humanidade, pelo menos é o que afirmam estudiosos da área. Essa ciência que acompanha o homem há milhares de anos foi se desenvolvendo ao longo dos séculos com a contribuição de pensadores, cientistas, físicos, entre tantos outros estudiosos. Um exemplo a ser citado é de Galileu Galilei (1564-1642). A curiosidade e a busca por conhecimento conduziram o físico e astrônomo a uma verdadeira revolução científica. Há 400 anos ele mirou sua luneta para o céu, compreendendo definitivamente que a terra não era o centro do sistema solar. 

Dentre outras façanhas, essa ciência tem sido essencial para a construção do mundo que conhecemos hoje. Batemos um papo sobre esse assunto com o físico e mestre em física e astronomia Deidimar Alves Brissi, que afirma: a humanidade não seria a mesma sem a astrononia.

Eonline: Então, podemos dizer que a Astronomia é a mais antiga das ciências?
Sim. Desde os tempos mais remotos o homem primitivo precisou observar os fenômenos que ocorriam na Terra e no céu para sobreviver. Assim ele percebeu o deslocamento do Sol em relação ao horizonte e sua relação com claridade e escuridão. Percebeu que a Lua possuía fases e isto se repetia. Também notou que quando aparecia determinados grupos de estrelas (constelações), fenômenos diferentes também ocorriam na Terra: piracemas, amadurecimento de frutas, aparecimento de insetos, calor, frio, chuva, neve, cheias, migrações de animais, etc. Outro avanço astronômico importante do homem primitivo foi o início da marcação do tempo em dias, luas, até descobrirem o ano e criarem calendários. Também no período pré-histórico os homens começaram a usar os astros para se orientarem, desde atividades simples para voltar para casa depois de uma caçada até migrações mais longas. Desde então, o céu vem sendo usado como mapa, calendário e relógio. Os registros astronômicos mais antigos datam de mais de 3000 a.C. e se devem aos chineses, babilônios, assírios e egípcios. Nestas épocas o céu era estudado com objetivos práticos, como medir a passagem do tempo (fazer calendários) para prever a melhor época para o plantio e a colheita, ou com objetivos mais relacionados à astrologia, como fazer previsões do futuro, já que acreditavam que os deuses do céu tinham o poder da colheita, da chuva e mesmo da vida. Assim, devido a necessidades práticas, mas também, pela curiosidade intelectual, origina-se uma nova ciência: a Astronomia, cujo objetivo é a observação dos astros, seus movimentos, além de estudos e teorias sobre a origem e evolução.

Eonline: O que significa dizer que a astronomia contribuiu para o desenvolvimento científico da humanidade? Desde a nossa orientação no espaço, até o desenvolvimento de equipamentos?
As contribuições da Astronomia são a base de todas as ciências. Como seria a humanidade se não soubéssemos medir o tempo? Se não tivéssemos calendários, não soubéssemos a duração das estações e não tivéssemos relógios? A História, por exemplo, seria primitiva, pois sua base é organizar os acontecimentos no tempo. Sem a Astronomia, não saberíamos marcar latitude e longitude, não conseguiríamos fazer mapas, não conseguiríamos navegar longas distâncias e assim... a Geografia também nem existiria. De maneira geral, a Astronomia contribuiu imensamente para o desenvolvimento da Matemática, da Física, da Arquitetura, da Geologia, Geofísica, Meteorologia, da História, Geografia, etc. Sem a Astronomia, não teríamos criado a Astronáutica. Ou seja, nossa civilização ainda estaria muito atrasada em muitos aspectos.

Ilustração que representa a figura do filósofo Ptolomeu

 

Eonline: A astronomia contribui ainda para o surgimento de outras ciências? Ela teria surgido da filosofia?
Graças a Astronomia surgiu a Geofísica, a Astrofísica, a Astrobiologia, a Astroquímica, a Astrometria, a Geodésia, a Cartografia, etc., além de contribuir para o desenvolvimento de outras ciências.
Ela surgiu antes da Filosofia por motivos práticos. Mas, o surgimento da Filosofia contribuiu com o seu desenvolvimento, assim como a Astronomia contribuiu com o desenvolvimento da filosofia.

Eonline: Quando olhamos para trás, é possível observar que o homem e a Astronomia sempre caminharam juntos?
Com certeza. Tudo está ligado. O desenvolvimento de uma área de conhecimento contribui com outra e isto ocorre de maneira dinâmica influenciando na sociedade/história, no desenvolvimento tecnológico, com implicações filosóficas, religiosas, nos costumes, nas línguas, etc.

Quando usamos um relógio, calendário, uma transmissão via satélite num caixa eletrônico ou na TV, geralmente não valorizamos muito isto, mas este conhecimento vem da contribuição dos esforços de muitas pessoas que desenvolveram essa ciência por mais de 5.000 anos.

Eonline: O que podemos esperar dessa ciência para os próximos anos? 
Acredito que a geração que está nascendo hoje colherá avanços maravilhosos.
Poderá ser a primeira geração a encontrar um ser vivo em fora da Terra. O primeiro ser extraterrestre. Poderá seu uma bactéria, uma planta, um animal, não sei.
Nossos telescópios e naves ampliarão exponencialmente o conhecimento sobre o universo, trazendo conhecimentos fantásticos.

Cassini-Huygens, missão espacial não tripulada enviada ao planeta Saturno 

Estamos no liminar da era das colonizações de outros astros. Muitos que estão lendo está reportagem hoje estará vivo quando montarmos a primeira base habitada na Lua e em Marte.
Para um futuro próximo, a humanidade precisa abandonar o belicismo e cuidar com mais dedicação e afinco da proteção da Terra contra o impacto de cometas e asteroides.

Outra mudança importante que a humanidade vai fazer em no máximo 100 anos é parar de exaurir os recursos do planeta e começar a minerar o espaço. Extraindo os recursos que precisa dos asteroides, cometas, luas, etc. As civilizações avançadas do universo devem estar fazendo isto neste momento.

Linha do tempo das descobertas da astronomia ao longo dos séculos

Serviço

Deidimar Alves Brissi estará no Sesc Birigui no dia 23 de julho falando sobre o tema: A contribuição da astronomia para o desenvolvimento científico da humanidade. A palestra faz parte da programação do "Cosmos", evento que promove reflexões sobre a condição humana na terra e no universo. Para participar é de graça.