Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

O trabalho social com pessoas em situação de rua

Participantes da oficina de novembro posam para foto com sua arte (Foto: Carlos Daniel)
Participantes da oficina de novembro posam para foto com sua arte (Foto: Carlos Daniel)

De agosto a dezembro, uma vez por mês, o Sesc Consolação esteve presente no Castelinho da Rua Apa, Polo Sociocultural que abriga atividades organizadas pela ONG Clube de Mães do Brasil e o Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto – BOMPAR. Lá aconteceram diversas oficinas que contribuíram para a formação artística dos participantes: pessoas em situação de rua que tiveram uma segunda chance com o programa Consultório na Rua.

Diego, assistente social participante deste programa na região da Santa Cecília, explica que são atendidas 500 pessoas cadastradas e acompanhadas. Porém 30 pessoas, em média, selecionadas pelo BOMPAR, participam dessas oficinas, como as que aconteceram com o Sesc. “Essa parceria é de extrema importância para que a gente consiga desenvolver muito mais do que só o atendimento com a saúde, mas também resgatar a independência e a autonomia dessas pessoas.”

Em novembro, acompanhamos uma dessas oficinas e aproveitamos para entender melhor esse trabalho e conhecer as pessoas que participam dele. Assista abaixo os depoimentos desse encontro.

Parcerias

Esta ação do Sesc Consolação não poderia acontecer sem o apoio de duas instituições. Suas participações foram fundamentais para encontrar e cuidar desse público que foi atendido pelas oficinas durante o semestre.

O BOMPAR, ou Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto, que junto a Secretaria de Saúde da Prefeitura de São Paulo desenvolve o programa Consultório na Rua, dispõe de assistente social, psicólogo, enfermeiro, médico, auxiliar de enfermagem, agentes sociais e de saúde que atentem pessoas em situação de rua.

A ONG Clube de Mães do Brasil realiza atividades de formação profissional e inclusão social de moradores de rua na região da Santa Cecília, num edifício que fica ao lado do Castelinho da Rua Apa, que foi transformado em Polo Sociocultural de São Paulo.

Outras programações