Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Exposição "Oficina Molina - Palatnik"

A mostra "Oficina Molina - Palatnik" exposta na Praça do Sesc Avenida Paulistade 2/12/20 a 27/3/21, traz um diálogo entre a obra de Mestre Molina e Abraham Palatnik, dois artistas emblemáticos da história da arte brasileira que integram o Acervo Sesc de Arte.

Neste encontro, o diálogo poético entre as produções artísticas evidencia que a ação de um objeto no espaço e no tempo, o movimento, é matéria plástica de inegável qualidade sensível. 

Ambos - artistas inventores - se conectam em sua atração pelo lúdico, em seu prazer pela invenção, no assombro pela automação e em sua entrega a um paciente trabalho investigativo. Compartilham ainda de um mesmo período histórico, embora sejam lidos em diferentes chaves estéticas: o popular e o erudito.
 


Mestre Molina | Foto: Divulgação


Manuel Josette Molina nasceu em Bocaina (SP), em 1917, e faleceu em São Paulo (SP), em 1998. Durante mais de vinte anos perambulou muito pelo Brasil. Permanecia pouco tempo nos locais, não tinha moradia fixa e se locomovia a pé, de trem ou nos caminhões que recrutavam pessoas pelo caminho para trabalho na lavoura. Só começou a criar suas obras aos 52 anos de idade, produzindo bancadas – geringonças, como ele mesmo apelidou – repletas de figuras artesanais, feitas com enorme diversidade de materiais que se movem por meio de engrenagens e motores elétricos. Tornou-se o Mestre Molina após sua primeira exposição no Sesc Santos, em 1974, quando se entendeu como artista. Em 1985 foi contratado pelo Sesc Pompeia, onde permaneceu disseminando a arte popular até o final de seus dias. O Acervo Sesc de Arte mantém 25 obras do artista.
 


Abraham Palatnik | Foto: Divulgação


Abraham Palatnik nasceu em Natal (RN), em 1928, e faleceu no Rio de Janeiro (RJ), em 2020. Seu interesse pelas possibilidades criativas das máquinas evoca a relação entre arte e tecnologia. A formação em engenharia contribuiu para que desenvolvesse investigações técnicas focadas na experimentação com o movimento e a luz: assim surgem as obras Aparelhos Cinecromáticos, Objetos Cinéticos, Lúdicos e Rotativos, Relevos Progressivos, Campos Magnéticos, e tantas outras criações. Em 70 anos de carreira, Palatnik participou de diversas exposições no Brasil e no exterior, incluindo oito edições da Bienal de São Paulo, Brasil (1951-1969), e a 32ª La Biennale di Venezia, Itália (1964). Suas obras estão nas coleções de museus como o de Arte Moderna de Nova York (MoMA) e de Arte Moderna de São Paulo (MAM). Atualmente o Acervo Sesc de Arte conta com duas obras do artista em sua coleção.


➤ PROTOCOLOS DE SEGURANÇA

- 
Em todas as unidades, estão sendo adotadas medidas para diminuição do risco de contágio e propagação do Coronavírus, conforme as orientações do poder público.

- A utilização de máscara cobrindo boca e nariz durante toda a visita e a medição de temperatura dos visitantes na entrada da unidade serão obrigatórias.

 Todas as unidades permanecem fechadas para visitação espontânea, exceto Interlagos e Itaquera.

- A proteção de todos é prioridade! Sugerimos que pessoas dos grupos de risco, conforme definido pelas autoridades de saúde, sejam preservadas neste momento.

 Clique aqui para saber mais.

- Se você apresentar os sintomas relacionados à Covid-19, procure o serviço de saúde e permaneça em isolamento social.


➤ COMO VISITAR?

- Os ingressos são disponibilizados AQUI todas as quintas-feiras, a partir das 14h, referente aos dias da semana seguinte. 

Leia abaixo mais informações sobre a visitação.

- Escolha o horário de sua sessão no link acima. O agendamento é gratuito e tem por finalidade a organização da visita e controle de acesso de público. Todas as pessoas precisam de ingressos para o acesso à exposição, mesmo as crianças de colo. Para essa atividade limitamos a retirada de ingressos para três por CPF.

- Você receberá o ingresso em seu e-mail (verifique a caixa de spam, caso não chegue em alguns minutos). Apresente o comprovante em seu celular na entrada da exposição. Não é necessário imprimir.

- Compareça no horário agendado. Para não formar filas ou gerar aglomerações, não se atrase nem chegue com muita antecedência.



- A entrada na exposição será permitida apenas após confirmação do agendamento feito no portal do Sesc São Paulo. Não será permitida a entrada de acompanhantes sem ingressos.

- A visitação é acompanhada pela equipe educativa e permite a entrada de até dez pessoas por vez, com duração de 30 minutos

- 

Recomendamos que tragam celular em condições de uso e fone de ouvido pessoal, pois a exposição oferece conteúdo educativo e de acessibilidade com acesso por QR Code.

- Caso tenha interesse em agendar atividade educativa, virtual ou presencial, com nossa equipe, escreva para educativo.avenidapaulista@sescsp.org.br

- Esta exposição conta com recursos de acessibilidade. Por favor, pedimos que sinalize alguma necessidade especial no e-mail educativo.avenidapaulista@sescsp.org.br, para que possamos preparar o acolhimento mais adequado. Algumas obras podem produzir barulho incômodo para pessoas hipersensíveis a ruídos, que utilizem aparelhos auditivos ou com deficiência intelectual.
 

Assista abaixo a um dos vídeo-oficinas produzido pela Ação Educativa Híbrida da exposição, para continuidade da visita além do espaço físico.