Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Para movermos juntos nestes tempos: ciclo de formação para educadores e professores a partir da exposição Oficina Molina-Palatnik

Parque de Diversões (1964-1979 Mestre Molina). Foto: Natália Tonda.
Parque de Diversões (1964-1979 Mestre Molina). Foto: Natália Tonda.

Você trabalha com educação, visitou a exposição Oficina Molina-Palatnik e quer saber mais?

Em agosto acontecem as Partilhas Pedagógicas. Uma série de encontros para educadores e professores. As formações envolvem educação em exposições, que já aconteciam presencialmente no Sesc Avenida Paulista desde 2019, e voltam agora no formato online para tratarmos da exposição Oficina Molina-Palatnik, em cartaz até 28/8. Dessa vez, a proposta é dialogar sobre práticas educativas híbridas e/ou remotas partindo das propostas criadas com a exposição durante a pandemia.  

Os encontros acontecem de 3 a 24 de agosto, às terças-feiras, sempre às 19h com 2h de duração. 

Como são as inscrições?

Você pode se inscrever em todos os dias ou apenas nos dias que tiver interesse. As inscrições abrem a partir de 28/7, às quarta-feiras, 14h, na semana antes de cada encontro. Inscrição gratuita aqui.

Públicos: professores, educadores e pessoas interessadas. Vagas limitadas.

 

Confira a seguir o tema de cada um:

3/8 - 19h - Desenhos que nascem do movimento

Vamos experimentar a ativação educativa Como desenhar uma coreografia? e conversar sobre as relações entre educação, arte e design em ambientes híbridos e remotos. Com Garu (Kauan Pirani), Rodrigo Lopes e Auana Diniz.


Parque de Diversões (1964-1979 Mestre Molina). Foto: Natália Tonda.
 

10/8 - 19h - Imaginar com o corpo

Vamos experimentar a ativação educativa Uma oficina que cabe em mim e conversar sobre as possibilidades poéticas e educativas de recursos não-presenciais de acessibilidade. Com Desiree Helissa Casale e Auana Diniz.


Objeto Cinético P-28 (1971-2000, Abraham Palatnik). Foto: Natália Tonda.
 

17/8 - 19h - Com o tempo as histórias aparecem

Vamos experimentar a ativação educativa A poética do tempo e conversar sobre as relações entre palavras, educação e redes sociais. Com Carmen Faustino e Auana Diniz.

24/8 - 19h - Sobre mover junto nestes tempos

Diálogos sobre as práticas de arte/educação no contexto da pandemia, partindo das conversas e perguntas disparadas nos encontros anteriores e no desenvolvimento da Ação Educativa Oficina Molina-Palatnik. Com Lucas Oliveira e Auana Diniz.


Parque de Diversões (1964-1979 Mestre Molina). Foto: Natália Tonda.
 

Ações educativas nas redes

A partir de 4/8 também teremos atividades educativas sobre a exposição nas redes sociais do Sesc Avenida Paulista. Acompanhe no nosso instagram!

 

Conheça a equipe da Partilha Pedagógica

Auana Diniz. Especialista em Mediação Cultural e bacharel em Ciências Sociais. Desde 1996 compõe um percurso formativo próprio em artes visuais, práticas corporais e dança contemporânea. Trabalha com projetos e programas educativos, artísticos e culturais em centros culturais e museus. É doutoranda na área de Arte Educação no Instituto de Artes da UNESP e sua pesquisa transita entre arte, educação, mediação cultural e história(s) da arte. Portfolio e Currículo Lattes.

Carmen Faustino. Poeta, escritora, educadora, produtora cultural e ativista em São Paulo. É pesquisadora da cultura negra e periférica e atua com arte educação e educação popular desde 2009, trazendo esse repertório em práticas e processos educativos e artísticos, interseccionados com aspectos da diversidade cultural e de gênero. Autora de Estado de Libido ou Poesias de prazer e cura (2020). Instagram: @carmen_faustino

Desiree Helissa. Há 10 anos trabalha com arte e educação em instituições culturais e coletivos (Memorial da Inclusão, Bienais de São Paulo e em unidades do Sesc). Sendo mulher com deficiência, reflete sobre barreiras atitudinais e os processos de inclusão com base no movimento social das pessoas com deficiência. Pesquisa sobre: bordado, identidade, deslocamento e corpo. Integra os coletivos: filomena, Feminista Helen Keller, Yoga Para todes Brasil e produz o programa EntreTecer no festival Fruta Preta. Porfolio. Coletivo Filomena.

Garu (Kauan Pirani). Bixa artista visual, arte-educadora e cartomante. Trabalha a linguagem oracular e seus usos nos processos de criação poética e de aprendizagem, em mídias analógicas e virtuais. Vem investigando em seus trabalhos os campos da pintura, fotografia, modelagem 3D e da realidade virtual como espaços de troca do que é invisível e de construção de corporalidades monstruosas, realizando também desenvolvimento de websites e plataformas virtuais. É integrante da bloca de rua Carnaval no Inferno e Licenciande em Artes Visuais pelo IFCE. Instagram: @garu_______  

 

Lucas Oliveira. Mestre em Artes pelo Instituto de Artes da Unesp (IA Unesp), na linha de pesquisa Arte e Educação. Bacharel em filosofia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (FFLCH USP). Bacharel e licenciado em Artes Visuais pelo IA Unesp, onde atualmente cursa o doutorado em Artes. Atuou com pesquisa e mediação cultural em diversas instituições culturais e também como professor no Ensino Fundamental II, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos. Currículo Lattes.

Rodrigo Lopes. Artista, arte-educador e designer. Vive e trabalha entre Fortaleza (CE) e São Paulo (SP). É bacharel em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda pela UFC e mestrando no Programa de Pós-Graduação em Artes pela UNESP com bolsa CAPES - DS. Atualmente, coordena o LAC - Laboratório de Arte Contemporânea, onde investiga a produção artística e epistêmica de curadores e artistas contemporâneos. Instagram: @lac.contemporanea

Outras programações