Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Curso online de Empreendedorismo Solidário

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Sesc Avenida Paulista realiza de agosto a setembro o curso Empreendedorismo Solidário, com o Núcleo de Economia Solidária da USP. O foco do curso é compreender o trabalho a partir de uma perspectiva coletiva. A turma aprenderá sobre a viabilidade econômica de um empreendimento (análise dos custos e ganhos no processo produtivo); as estratégias de marketing (como facilitar a relação entre consumidor e vendedor); e, por fim, a gestão do negócio (como organizar o planejamento e atividades de um empreendimento).


O curso ocorre de 12/8 a 2/9, quintas, 19h às 21h, via platafroma Microsoft Teams.
>> Inscrições a partir de 5/8, 14h, em inscricoes.sescsp.org.br. A partir de 18 anos.


PROGRAMA

Aula 1 - Gestão do negócio
A forma de organização dos empreendimentos, entendendo a importância das três etapas que o compreendem: produção, gestão e comercialização.

Aula 2 - O que é viabilidade econômica
A viabilidade econômica a partir da formação de preço de um produto ou serviço. Serão abordados os conceitos: investimento inicial, depreciação, custos fixos e variáveis, margem de contribuição, preço, ponto de equilíbrio e retirada.

Aula 3 - Estratégias de marketing
Serão trabalhados os cinco "Ps" do marketing: produto, praça, preço, promoção e pessoa. Com isso, pretende-se abordar de maneira introdutória diferenciais de produtos e serviços, concorrência e solidariedade, relação com o cliente pré e pós-venda e pesquisa de mercado.

Aula 4 - E eu com isso? Formando multiplicadores
Serão elaborados planejamentos estratégicos coletivos a partir de análises de forças e fraquezas, oportunidades e ameaças para a formação de empreendimentos com base nos encontros anteriores com metas de curto, médio e longo prazo.


O Núcleo de Economia Solidária da USP (NESOL-USP) atua há mais de 15 anos com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento e a consolidação da economia solidária. Dessa forma, o Núcleo realiza as seguintes ações: apoio à incubação de empreendimentos populares autogestionários; apoio à criação e potencialização de redes de empreendimentos, apoio a projetos de desenvolvimento sócio-territorial solidário; desenvolvimento de metodologias educativas e realização de cursos de formação para trabalhadores, estudantes e público interessado; desenvolvimento de pesquisas e estudos; promoção de encontros, seminários e debates; e contribuição na elaboração, implementação e avaliação de políticas públicas, sempre no âmbito da economia solidária e áreas relacionadas.

Outras programações