Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Ideias para as cidades: São Paulo entra na roda

Com palestras, workshops e debates, de 25 a 27 de outubro, a Conferência Global IDEAS CITY, idealizada pelo New Museum de Nova Iorque, em parceria com o Sesc São Paulo, vem discutir ideais para uma nova metrópole: São Paulo.

 



assista aos vídeos das palestras, mesas e debates

Onde podemos buscar arte e cultura nas grandes metrópoles? Em Paris, procure pelo Museu do Louvre, um dos mais famosos do mundo, ou o próprio Centro Georges Pompidou, com sua arquitetura pós-moderna. Conheça a Casa Rosada, em Buenos Aires, sede da presidência na Argentina e local de importantes decisões políticas. Visite ainda o Museu do Ipiranga, em São Paulo, parte importante da história da independência do Brasil, ou até mesmo o Instituto Tomie Ohtake, localizado em um centro empresarial, e integra lazer, trabalho e cultura. Mas, é realmente necessário sair em busca da arte e cultura ou elas podem naturalmente fazer parte do cotidiano dos cidadãos?

Pensada e inserida propositalmente dentro da programação da X Bienal de Arquitetura de São Paulo (de 12 de outubro a 1º de dezembro), com exposições, palestras e debates que discutem a utilização dos espaços como meio de interação e, principalmente, mobilidade urbana, a Conferência Global IDEAS CITY chega a São Paulo com este mesmo propósito, mas com a crença de que a arte e a cultura são essenciais para a vitalidade e a energia dos centros urbanos, na tentativa também de ajudar a responder os diversos questionamentos da população sobre as disparidades existentes nas metrópoles e qual seria o caminho para uma melhor organização urbana.

"Quando as pessoas visitam São Paulo pela primeira vez, elas enfrentam uma série de paradoxos: o melhor e o pior, o mais feio e o mais belo coexistem. Esta convenção revela um pouco da sociedade elástica em que vivemos. Manifestações populares tornaram-se uma forma de falar e ouvir, e movimentos ocupacionais são agora uma parte da rotina de muitas cidades” afirma Danilo Santos de Miranda, diretor regional do Sesc São Paulo. “O New Museum e o SESC convidam os cidadãos a pensar em cidades complexas em um mundo mais rápido, com análises superficiais, e ao mesmo tempo, mais otimista, e definitivamente mais inteligente”.

Fundada em 2011 pelo New Museum – museu dedicado à arte contemporânea e respeitado internacionalmente pela ousadia e alcance global de seu programa curatorial -, a Conferencia Global IDEAS CITY, é uma grande iniciativa de colaboração entre centenas de organizações artísticas, educacionais e cívicas. Fornece uma plataforma importante para os artistas, arquitetos, designers, urbanistas, críticos culturais, sociólogos, técnicos e líderes comunitários para trocar ideias, localizar problemas, propor soluções e mobilizar a participação do público, por meio de debates, oficinas e palestras, que compõem a programação. O Festival IDEAS CITY acontece bienalmente no mês de maio, em Nova Iorque, enquanto que as conferências globais são organizadas em cidades ao redor do mundo, como Istambul, no ano passado, que sediou o início das discussões sobre Capital Inexplorado, tema que continuará a ser abordado na conferência em São Paulo.

Em entrevista à Revista Harper´s Bazaar Brasil, edição de outubro, Lisa Phillips, diretora do New Museum afirma que a visibilidade das cidades se deve muito à cultura. “É uma força econômica poderosa. As cidades não entendem isso. Quando apresentamos o festival em uma conferência, em Paris, em 2012, a cultura estava ausente das discussões sobre urbanismo. Em Nova Iorque, partindo da história da nova sede do New Museum, já mostramos como um museu pode funcionar como ponto de encontro para a população local e vimos também que ele pode mudar a comunidade de modo correto. É importante colocar os museus na frente do diálogo global”.

Com participações de artistas, arquitetos, designers, urbanistas, sociólogos e líderes comunitários, como Paulo Mendes da Rocha, Guilherme Wisnik, Charles Renfro, Jac Leirner, Ligia Nobre, entre outros, os três dias de programação abordarão o tema do Capital Inexplorado e como este pode entrar na discussão sobre o futuro das cidades. Realizada no Sesc Pompeia, instituição de destaque histórico e arquitetônico em São Paulo e, a seu modo, um pouco parecido com a história e o ideal do New Museum: um local que foi apropriado e que cresceu para viabilizar, como Lisa Phillips afirma “a arte (e a comunidade) em primeiro lugar”.

Foram transmitidos Ao Vivo pela internet as seguintes palestras, mesas e debates:
- Sexta 25/10: Paulo Mendes da Rocha, às 19h.
- Sábado 26/10:
Adam Greenfield e Teddy Cruz, às 10h;
Yasar Adanali, Ana Paula Cohen, Charles Renfro e Suketu Mehta, às 11h30;
Eva Franch, às 15h;
Giselle Beiguelman, Carlos Leite, Jillian C. York e Ronaldo Lemos, às 15h30;
Jac Leirner, Jonathas de Andrade e Lucia Koch, às 18h
.
 

O New Museum

Fundado em 1977, o New Museum é o único museu de Nova Iorque dedicado exclusivamente à arte contemporânea. É um centro de exposições, simpósios, informação e documentação sobre artistas vivos do mundo inteiro. Da sua criação, numa sala única, até a inauguração de seu primeiro edifício independente, na Bowery, projetado pela dupla japonesa SANAA, em 2007, foi sempre – e continua a ser – um lugar de experimentação ousada e um espaço para artes e ideias novas

--

:: IDEAS CITY – Nova Iorque, 2011:

o que: IDEAS CITY – São Paulo
quando:

de 25 a 27 de outubro

onde:

Sesc Pompeia

 

Outras programações