Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Personagens em foco nos documentários do projeto Cores do Futebol

Cena de Futebol é Pai, curta-metragem dirigido pela cineasta Lina Chamie<br>Foto: Divulgação
Cena de Futebol é Pai, curta-metragem dirigido pela cineasta Lina Chamie
Foto: Divulgação

Dribla o tédio, torce, grita, vibra junto, sofre junto. No estádio, nas memórias, nas palavras do texto. A vida de quem gosta de futebol - e não apenas o das Copas – é mais cheia de paixão que de bola no pé. Três cineastas produziram curtas-metragens sobre essa temática a pedido do Sesc em São Paulo. As produções ganham sessão especial no CineSesc no dia 16 de junho e estreiam no Sesc TV a partir de 10 de julho.

A partir da iniciativa da TAL (Televisão América Latina) e com apoio da Glomex (Global Media Exchange), o projeto Cores do Futebol surgiu com o objetivo de produzir uma série de documentários em curta-metragem sobre o tema. A realização é de TVs públicas, educativas e culturais com finalidade pública, e envolve países nos cincos continentes. O Sesc TV, canal do Sesc em São Paulo, foi responsável pela produção dos três curtas que, agora, ganham a tela do CineSesc, para depois se espalharem nas TVs de um Brasil multicolorido de partidas de futebol.

Nas produções verde e amarelas, cada documentário ganhou 10 minutos para contar histórias diversas. Cada uma de um viés. Em Futebol é Pai, dirigido por Lina Chamie, um garoto apaixonado pelo Santos Futebol Clube é a peça central. Ele vai ao estádio da Vila Belmiro para assistir a uma partida do seu time do coração – pela primeira vez, e sem seus pais.

Já em Comercial F.C. – A Equipe Fantasma, o espectador conhece a história do time que fez parte da Federação Paulista de Futebol e disputou campeonatos da Primeira Divisão até 1962. O curta traz o depoimento de Dino Sani, ex-jogador do Comercial, que atuou na Seleção Brasileira de Futebol campeã do mundo em 1958; foi campeão europeu pelo Milan, da Itália; jogou no Palmeiras, São Paulo, Boca Júniors, da Argentina, e Corinthians. Neste, depois de jogar por três anos, tornou-se técnico. As memórias de Dino guiam o trabalho documentado pelo diretor Ugo Giorgetti.

O cineasta Lírio Ferreira produziu O Poeta Americano. De forma experimental, o curta apresenta a paixão do escritor pernambucano João Cabral de Melo Neto pelo América Futebol Clube, fundado em 12 de abril de 1914, em Recife. O poeta dedicou várias linhas de sua obra ao seu time de coração, relembradas neste documentário.

A sessão de estreia dos três curtas acontece no CineSesc na próxima segunda, dia 16/6. Após a exibição, haverá um encontro entre os diretores e o público na sala de cinema. Os documentários também estrearão no SescTV no dia 10/07, quinta, às 21h.

Outras programações