Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Entrevista sobre o uso de cisternas com Edison Urbano

Durante a oficina será possível criar uma minicisterna / Foto: Jacqueline Guerra - Sesc Belenzinho
Durante a oficina será possível criar uma minicisterna / Foto: Jacqueline Guerra - Sesc Belenzinho

Refletir sobre o uso racional dos recursos hídricos é uma forma de garantir qualidade de vida. Assim, o Sesc SP tem realizado ações como “Água - eu preciso e você também” e “Ideias e Ações para um novo Tempo”, que inspiram a programação do mês julho, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente.

Entre as atividades haverá a oficina de minicisterna, ministrada por Edison Urbano, membro do movimento Cisterna Já. É possível também, por meio do seu site Sempre Sustentável obter gratuitamente um manual de construção de cisterna seguindo o conceito “faça-você-mesmo”.

Confira a entrevista do Edison Urbano para EOnline, falando sobre a oficina que será apresentada no Sesc Itaquera, durante o Dia Mundial do Meio Ambiente.

EOnline: Quando e por que surgiu a idéia de desenvolver e compartilhar a proposta da minicisterna?

Urbano: Desde 2003 eu tenho estudado e criado meios para diminuir meu consumo de água da rede. No início foi por questões financeiras; precisava economizar dinheiro porque estava desempregado. Depois automaticamente me vi muito envolvido com as questões socioambientais, pois sabia que tinha muitas pessoas precisando fazer economia para aliviar o orçamento familiar e o envolvimento com nossos recursos naturais abriram minha mente, me conscientizando da importância da preservação do meio ambiente. Hoje todas as alternativas que encontrei (reuso de água do banho, de máquina, aproveitamento de água da chuva e outros) fazem parte do meu dia a dia. A criação do projeto Minicisterna surgiu por desejo de construir um sistema dentro das normas técnicas, com baixo custo e que pudesse disseminar livremente para a população, pelo método “faça-você-mesmo”.

EOnline: A água de chuva captada pelas cisternas domésticas são utilizadas para fins não potáveis. Quais os dispositivos necessários para assegurar a qualidade desta água?

Urbano: Foi criada uma norma técnica pela ABNT, a NBR 15.527:2007 "Água de chuva - Aproveitamento de coberturas em áreas urbanas para fins não potáveis" para regulamentar um sistema correto de aproveitamento de água de chuva. Por essa norma vimos que só podemos fazer a captação pelos telhados ou espaços livres sem trânsito de pessoas, carros e animais domésticos. Depois a água coletada por uma calha deve passar por um filtro de partículas, com tela fina, para eliminar as sujeiras maiores. Após o filtro é necessário descartar os primeiros litros do início de chuva mais forte; chuvas fracas não fazem a limpeza do telhado e por isso não são boas para o aproveitamento.  

EOnline: Você é membro do  Movimento Cisterna Já,  uma iniciativa independente de cidadãos preocupados em aumentar a resiliência urbana diante da falta de água. Você vê a situação de escassez hídrica como uma oportunidade para o exercício de uma nova forma de se relacionar com o consumo de água?

Urbano: Sim, o Movimento Cisterna Já tem como carro-chefe a minicisterna para fazer com que a população incorpore no seu dia a dia o uso correto de aproveitar a água de chuva. Porém, junto com as orientações para a construção da minicisterna, levamos um mundo de informações sobre o uso da água, principalmente sobre algumas mudanças de hábitos no dia a dia que podem fazer uma enorme economia de água, sem necessidade de fazer nenhuma reforma em suas casas para instalar equipamentos com esse fim. 

EOnline: Você acredita que se a situação se estabilizar as pessoas continuarão utilizando água de maneira mais responsável? 

Urbano: Infelizmente o ser humano tem uma tendência de dançar conforme a música, sem pensar nas consequências futuras. Então será muito normal as pessoas relaxarem assim que derem alguma solução para estabilizar o abastecimento na cidade, porém uma parte da população vai continuar fazendo as economias que aprenderam por terem se conscientizado da importância dessa atitude. Já a grande maioria vai sentir que as alternativas que os governantes estão dando para estabilizar o abastecimento irão encarecer o custo da água e, automaticamente, as pessoas novamente vão em busca de soluções para fazer economia de água, mas com o objetivo de economizar dinheiro.

o que: Oficina - Estruturas sustentáveis para captação e reutilização de água
quando:

11 de junho às 14h e 12 de junho às 10h.

onde:

Sesc Itaquera  | Avenida Fernando Espírito Santo Alves de Mattos, 1000, Itaquera, São Paulo| 11 2523-9200

ingressos:

Grátis

 

Outras programações