Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Raízes de uma tradição

Encontro de Yoga 2015 leva ciclo de atividades com ênfase aos benefícios do Yoga, com convidados nacionais e internacionais, ao Sesc Santo André e São Caetano.

O Yoga é uma prática psicofísica de origem milenar que se expandiu em diversas linhas e estilos, cada qual com suas particularidades, mas todas com um pensamento único: Yoga = União. Buscando remontar, e resgatar, o histórico e os caminhos da evolução do Yoga, o encontro Raízes de uma Tradição traz a discussão da origem, os momentos atuais, a separação, aproximação, semelhanças e a reunificação entre as disciplinas yogues.

A prática constante do Yoga, técnica de origem indiana que busca pela harmonia entre o corpo e a mente, confere vários benefícios físicos, emocionais e mentais, como o fortalecimento da autoestima, o alívio de dores, o combate à ansiedade, ao estresse, traumas e às enfermidades psicossomáticas, além de ser um instigador da criatividade, longevidade e atuar na melhora da saúde e bem estar, auxiliando na supressão de vícios. O Sesc São Caetano e o Sesc Santo André promovem, em novembro, três dias de Encontro de Yoga, com o objetivo de difundir a meditação e o conceito de Yoga de maneira democrática, para que todas as pessoas de todas as idades possam participar e vivenciar essa arte milenar.

A programação destaca as participações de Gustavo Ponce, Marcos Rojo e Gerson D´Addio. Nascido em Santiago do Chile, Gustavo é o fundador do Yogashala - um dos principais centros de Yoga da América Latina. Marcos Rojo é educador de práticas esportivas da Universidade de São Paulo e coordenador do Instituto de Ensino e Pesquisa em Yoga (IEPY). Gerson D´Addio é professor em várias instituições e difusor da perspectiva de aplicação do Yoga a vários públicos especiais, tais como idosos e pessoas com deficiência.

Outra atração é o espetáculo musical Pedra Branca. Integrado por Luciano Sallun, Aquiles Ghirelli, Daniel Puerto Rico, Flávio Cruz, Ana Eliza Colomar, Ricardo Mingardi e a dançarina Laíz Latenek, com as participações especiais de Susana Bragatto e Vj Dhirak, o conjunto contém uma seleção de artistas que traz a música indiana ao Teatro do Sesc Santo André por meio de uma relação com a cultura do país explorando elementos como a dança e a arte.

No último dia, uma programação especial no Parque Espaço Verde Chico Mendes, com tatuagens de hena mehendi, foodtruck vegano, feira de orgânicos e aula de yoga, finaliza o Encontro. O destaque fica para o grupo Meditação com Tambores, que utiliza o poder da música no processo de meditação. Um encontro sonoro das culturas indiana e turca, permeado por tambores, mantras e canções populares brasileiras. “A proposta é levar um olhar inusitado e diferente sobre as possibilidades de meditar. Nesse ‘Meditashow’ teremos instrumentos contemporâneos e ancestrais fazendo parte do repertorio, em uma experiência que pode ser vivenciada em forma de show, contemplando o espetáculo, ou em processo meditativo, sentado ou deitado”, explica a produtora Maria Carolina Marchi Silva, responsável por levar o grupo ao encontro.

O Projeto Meditação com Tambores é um sistema que se propõe abrir experiências musicais, literárias e estéticas de forma criativa e inusitada. Coordenam o projeto a meditadora Monica Jurado, a psicanalista Patrícia Alcântara e a cantadeira de histórias Cristiane Velasco. A criação do grupo Meditação com Tambores há dois anos, em São Paulo, culminou na atual proposta após uma longa pesquisa em busca de acessar territórios onde arte e meditação tangenciam resultados num convite a uma aventura pouco convencional: uma proposta de espetáculo que, além de proporcionar um canal de profundo relaxamento e bem-estar, favorece uma experiência única. Neste dia, estarão também presentes os músicos convidados Ian Nain, Francisco Mehmet e Telo Ferreira.

Ao som de tambores que são percutidos como metáfora das batidas do coração, Cristiane Velasco entoará mantras como o “Mahamrityunjaya”, conhecido como o Mantra da Grande Iluminação, que protege e orienta os iniciados em busca de uma natureza mais profunda e duradoura, cuja prática desenvolve a concentração que leva à transformação de consciência.

Enquanto soam tambores e vozes, entrelaçam-se sons de tradições ocidentais e orientais, com base em instrumentos de sopro, como bansuris, e percussão, como vasos e tabla, além das flautas turcas nay, fundamentais na música espiritual turca e na tradição Dervixe. “As tonalidades dos tambores utilizados pelo Meditação com Tambores ressoam o que, na cultura indiana, pode ser identificado como as notas musicais referentes ao chakra do coração”, explica o musico Ian Nain.

Uma atividade intergeracional, eficiente tanto para quem nunca meditou como para quem quer aprofundar sua pratica.

Vem? É hora de meditar!

Para consultar a programação completa do Encontro de Yoga 2015, clique aqui.

Para conhecer o trabalho do Meditação com Tambores, é só dar o play nos vídeos abaixo:



Fotos relacionadas

Outras programações