Sesc SP

postado em 25/06/2018

Sesc na Flip 2018

sesc-na-flip-post

      


Fernanda Montenegro, Hilda Hilst e Tarsila do Amaral são destaques dos lançamentos das Edições Sesc na Flip 2018

 

Entre 25 e 29 de julho, as Edições Sesc São Paulo participam da 16ª Festa Literária Internacional de Paraty levando várias atividades vinculadas ao seu catálogo. Serão dez lançamentos, além de bate-papos com autores, visita guiada ao centro histórico e shows musicais. Tendo como principal endereço a Casa Sesc, localizada no centro histórico de Paraty, as Edições Sesc São Paulo concentram neste espaço grande parte de sua programação para a Flip 2018.

Fernanda Montenegro é a personalidade convidada para abrir o evento, que nesta edição homenageia a escritora Hilda Hilst, ao lado da pianista e escritora Jocy de Oliveira. Caberá à atriz a leitura de um texto sobre Hilda Hilst e sua obra. Mas a presença de Fernanda na Flip não se limitará a essa atividade. Paraty terá o privilégio de conviver com a estrela em mais dois eventos. No dia 26, no Sesc Caborê, ela fará uma leitura de seu projeto “Nelson Rodrigues por ele mesmo”. No dia 27, no Sesc Santa Rita, Fernanda irá realizar um bate-papo com Danilo Santos de Miranda, diretor regional do Sesc São Paulo, e autografar seu livro Fernanda Monenegro: itinerário fotobiográfico. A obra apresenta, a partir de escolhas da atriz, imagens, documentos, depoimentos  e correspondências que remontam sua trajetória pessoal e profissional.

Além do livro de Fernanda Montenegro, a programação contará com outros lançamentos de destaque: no dia 28, Augusto Massi lança Fernando Lemos Hilda Hilst. O livro traz o primeiro ensaio fotográfico da poeta Hilda Hilst feito por Fernando Lemos e um texto de Massi que comenta esse encontro, somando-se a colagens feitas por Fernando sobre as fotos originais. 

Também no dia 28 outra obra especial será lançada:Tarsila do Amaral, a modernista, da professora e ensaísta Nádia Battella Gotlib. A autora traça a trajetória de Tarsila, debruçando-se sobre sua vida pessoal, sua formação artística e o circuito modernista. O livro fala ainda sobre o movimento Pau-Brasil e a Antropofagia, sem deixar de lado a postura da pintora em prol da diversidade e liberdade artística.

Para conferir todos os detalhes da programação que as Edições Sesc prepararam para a Flip 2018, clique aqui. Quem não estiver em Paraty poderá acompanhar a cobertura de todas as atividades pelas fanpages do Facebook, Twitter e Instagram da editora. Siga-nos e não fique de fora!