Sesc SP

postado em 30/08/2018

Para sentir Bill Viola

Martyrs (Earth, Air, Fire, Water) 2014, na exposição do Sesc Avenida Paulista. Foto: Ricardo Amado
Martyrs (Earth, Air, Fire, Water) 2014, na exposição do Sesc Avenida Paulista. Foto: Ricardo Amado

      


Livro escrito por John G. Hanhardt leva público a descortinar as facetas do tempo e das emoções do videoartista norte-americano

Por Gustavo Ranieri*

 

Diante uma das inúmeras videoartes do norte-americano Bill Viola, as instruções são simples: mantenha os olhos bem abertos, respire profundamente, relaxe o corpo e deixe as incontáveis e incontroláveis emoções te invadirem. É impossível passar alheio a elas.

Foi assim para quem conferiu de perto a exposição Bill Viola – Visões do tempo, em cartaz no Sesc Avenida Paulista desde 1º de maio e com encerramento no próximo dia 9 de setembro. E é também o que sentirá quem adentrar a história deste artista pioneiro no gênero que explora ao ler o livro Bill Viola, escrito por John G. Hanhardt e organizado por sua esposa, Kira Perov.

A publicação é o primeiro compêndio extensivamente ilustrado em torno da obra do criador norte-americano. Nas quase 300 páginas, o leitor avança pela genialidade de Bill e pelo seu processo artístico, entendendo a polaridade de sentimentos que emergem em sua vasta produção, a qual começou nos anos 1970, com influências de artistas como como Joseph Beuys, Bruce Nauman e Peter Campus.

No Brasil para o encerramento da exposição, John G. Hanhardt, autor do livro, ministrará a palestra Bill Viola e a história da Videoarte, às 20h do dia 04 de setembro no Sesc Avenida Paulista - ocasião em que também assina o livro - e o curso A arte da imagem em movimento, no Centro de Pesquisa e Formação Sesc São Paulo, de 03 e 05 setembro, das 14h30  às 17h30, em torno de reflexões sobre a videoarte. É com o pesquisador e escritor que batemos um papo. Confira a seguir:

 

Em sua opinião, Bill Viola retrata a força ou a fragilidade do ser humano?
A arte de Bill Viola reflete as grandes forças, bem como a fragilidade do espírito humano.

E qual é a importância do tempo para ele?
O tempo é um componente chave de sua arte. O vídeo, formato esse baseado no tempo, tornou-se um meio para Viola dar um novo sentido de como o tempo pode moldar e informar a estética.

Quando você escreveu este livro, o que você descobriu sobre si mesmo enquanto mergulhava no trabalho profundo de Bill Viola?
Conheço Bill Viola há muitos anos e acompanhei de perto sua carreira. Escrever este livro foi uma excelente oportunidade para focar no alcance e na qualidade da conquista dele. Foi um privilégio escrever para um dos nossos principais artistas.

E o que você descobriu sobre o trabalho de Bill Viola e que a maioria das pessoas não percebeu antes?
Passar tempos com Bill Viola em seu estúdio e em conversas me fez perceber a importância de seus textos e como as ideias informam e moldam sua visão estética.

 

*Gustavo Ranieri é escritor e jornalista.

 

Veja também:

:: Bill Viola | Escrito por John G. Hanhardt e organizado por Kira Perov, esposa de Bill Viola, livro apresenta a trajetória, as influências e a poética de um dos mais talentosos artistas da contemporaneidade

::vídeo

 

 

Serviços:

o que:

Palestra Bill Viola e a História da Videoarte e lançamento do livro Bill Viola.

Após a palestra com o autor John G. Hanhardt, haverá sessão de autógrafos.

onde:

Sesc Avenida Paulista | Avenida Paulista, 119, Bela Vista - São Paulo / SP.

quando:

04 de setembro de 2018 - terça-feira, às 20h.

quanto:

Grátis. Retirada de ingressos com 30 minutos de antecedência.


o que:

Curso A arte da imagem em movimento, com John G. Hanhardt.

onde:

Centro de Pesquisa e Formação Sesc São Paulo | Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar, Bela Vista - São Paulo / SP.

quando:

03 e 05 de setembro de 2018 - segunda e quarta-feira, das 14h30 às 17h30.

quanto:

De R$ 18,0 a R$ 60,00. Inscreva-se aqui.

 

Produtos relacionados