Sesc SP

postado em 26/11/2019

Brasil Nativo/Brasil Alienígena

anna-bella-geiger-dest

      


Na esteira da exposição homônima em cartaz no MASP e no Sesc Avenida Paulista, livro refaz a trajetória de Anna Bella Geiger, uma artista pioneira sob muitos aspectos

 

Brasil nativo/Brasil alienígena é o título de uma das mais importantes séries de obras da escultora, pintora, gravurista, desenhista e artista multimídia Anna Bella Geiger. Lançada originalmente em 1977, a série é também o título da exposição sobre a obra da artista, corealizada pelo MASP (Museu de Arte de São Paulo) e pelo Sesc São Paulo, e do livro que ambas as instituições também lançam juntas, organizado por Adriano Pedrosa e Tomás Toledo.

Anna Bella Geiger é uma artista pioneira no Brasil, sob muitos aspectos. Foi uma das primeiras a se engajar na arte abstrata, participando da histórica exposição de arte abstrata realizada em 1953 no Hotel Quitandinha, em Petrópolis. Segundo Adriano Pedrosa, “sua obra tem um caráter verdadeiramente inovador de experimental, cruzando dimensões e simbologias de ordens política e pessoal, corporal e conceitual, formal e estética”.

O trabalho Brasil nativo/Brasil alienígena é o eixo condutor tanto da mostra quanto do livro, mas outros períodos da trajetória artística de Anna Bella Geiger estarão presentes na publicação. Na série de 1977, a artista buscou discutir criticamente a história e a realidade social brasileiras – como o passado colonial, a identidade nacional, a representação dos povos indígenas e as questões ecológicas – relacionando-as com uma perspectiva e narrativa autobiográficas. Essa e outras obras de Anna Bela se destacam pelo uso de diversas linguagens e a exploração de novos materiais e suportes, como fotogravura, fotografia clichê, fotomontagem, serigrafia, xerox, cartão-postal e vídeo.

O livro traz reproduções de obras de todas as fases da carreira da artista, além de materiais de arquivo, republicações de escritos da artista, divididos em sete capítulos: Autorretratos (1951-2003), Viscerais (1965-1969), Mapas e Geografias (1972-2018), Sobre a arte (1973-2018), Cadernos (1974-1977), História do Brasil (1975-2015), e Macios e Noturnos (1984-2014). Completam o volume textos inéditos dos críticos Bernardo Mosqueira, Estrella de Diego, Gabriela Barazaghi de Laurentiis, Zana Gilbert e dos organizadores, incluindo uma entrevista do organizados Adriano Pedrosa, diretor artístico do Masp, com a artista.

 


Imagem a partir da série Brasil Nativo/Brasil Alienígena, 1977.

 

Além da fase marcada pela série Brasil nativo/Brasil alienígena, destaca-se a chamada “fase visceral” de Anna Bella, de 1965 a 1968, influenciada pela Nova Figuração. Essa fase antecipa a utilização da cartografia em sua produção, cujo eixo central é a problematização da existência de uma "cultura brasileira" comum a todos os habitantes da nação.

No MASP, a exposição irá reunir trabalhos de diferentes períodos da artista: as representações do interior do corpo humano, do período Visceral, com as gravuras (anos 1960); as apropriações de elementos da cartografia, da geografia e da matemática, nas séries de Mapas (anos 1970-80), Equações (anos 1970-80) e Rolinhos (anos 1990-2000), os conjuntos de cadernos com referências a materiais didáticos (anos 1970), diferentes obras da série Burocracia (anos 1970-2000); e um conjunto de trabalhos em pintura, da série Macios (anos 1980).

No Sesc Avenida Paulista, serão remontadas três instalações audiovisuais históricas da artista: Friso, mesa e vídeos macios, apresentada uma única vez na 16ª Bienal de São Paulo (1981), Circumambulatio, trabalho criado especialmente para uma exposição no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, em 1972, e Indiferenciados, elaborado para uma grande mostra de Anna Bella Geiger no Paço Imperial, no Rio de Janeiro, em 2001. As instalações serão complementadas com uma sala de vídeo que irá exibir trabalhos de diferentes períodos da artista.

 

*Serviço:

Abertura da exposição Anna Bela Geiger: Brasil Nativo/Brasil Alienígena

MASP – Museu de Arte de São Paulo
Av. Paulista, 1578 – Bela Vista – São Paulo – SP 
29 de novembro de 2019
R$ 20,00 a 40,00
masp.org.br

Sesc Avenida Paulista (abertura da exposição e lançamento do livro Anna Bella Geiger: Brasil nativo/Brasil alienígena)
Av. Paulista, 119 – Paraíso – São Paulo – SP
30 de novembro de 2019
Grátis
sescsp.org.br/avenidapaulista

Produtos relacionados