Sesc SP

postado em 28/02/2018

Box Movimento Violão

capa materia

Idealizada pelo violonista Paulo Martelli, Movimento Violão é considerada a série de concertos de violão mais importante do Brasil, na atualidade. Na edição de 2012 o projeto contou com atrações internacionais como o legendário Duo Assad, Carlos Barbosa Lima, Pablo Márquez, Eduardo Isaac entre outros, além de apresentar a première das “Lendas Amazônicas”, Fantasia Concertante para dois violões e orquestra do compositor Marco Pereira.

O Selo Sesc coloca na praça o Box com os DVDs desta temporada: são de 10 (dez) DVDs, com libreto e arte caprichada acerca deste instrumento que é um dos elementos da identidade nacional. Mergulhe nos teasers e divirta-se com o texto de Paulo Martelli apresentando o box. O lançamento acontece nos dias 31/3 e 01/4 no Sesc Vila Mariana

 

 

O violão é o instrumento que ilustra a música brasileira de maneira mais pujante. O extraordinário timbre desse instrumento está presente em definitivo no imaginário popular e materializado em nossa cultura, não somente musical, mas também literária (basta lembrar que o primeiro poeta brasileiro de envergadura, o barroco Gregório de Matos, ficou famoso no século XVII por caminhar pela cidade de Salvador com seu violão de cabaça à tiracolo construído por ele mesmo) e até mesmo pictórica, como registraram os diversos ilustradores que passaram pelo Brasil Colônia. O violão está presente em todas as linguagens artísticas do Brasil desde o seu surgimento, que se deve sobretudo à popularidade de que gozava o instrumento entre os colonos portugueses e à forte herança da cultura árabe que permeou a Península Ibérica desde a Idade Média e que se radicou também no território nacional.

Esse instrumento protagonizou alguns dos maiores momentos da performance musical do Brasil e revelou gerações de celebrados músicos, eruditos ou populares. Assim, o Movimento Violão nasceu do desejo de explorar as diversas facetas deste instrumento plural e multifacetado, transitar por seu reper­tório, apresentar ao grande público os grandes expoentes do violão na atualidade. Nosso ideal é registrar os concertos de grandes violonistas nacionais e estrangeiros, criando um acervo diversificado desse instrumento, de seu repertório e seus intérpretes. Por isso usamos os melhores recursos técnicos e tecnológicos de captação de áudio e ví­deo para proporcionar ao expectador uma impressão próxima de um espetáculo em sala de concerto.

Esta caixa de DVDs ilustra a variedade de escolas e tendências que permitiram ao violão incorporar-se à música de diversas gerações ao longo de nossa história, tornando-o um dos instrumentos mais amados no Brasil e no mundo. Esta edição apresenta os concertos realizados na temporada do Movimento Violão 2012 nas unidades do Sesc de São Paulo. Além de nomes consagrados, o projeto também visa apresentar jovens violonistas no início de carreira. Os contemplados nesta edição são os jovens João Carlos Victor e João Koyoumdjian, ambos na casa dos vinte anos de idade.

Como atração internacional, temos os consagrados violonistas argentinos Eduardo Isaac e Pablo Márquez, ambos focando a produção para violão de compositores argentinos, além de clássicos do repertório erudito tradicional. A maioria dos violonistas que compõe esta temporada do projeto é brasileira, uma vez que nosso objetivo é o registro histórico da escola nacional e suas influências. Neste aspecto, temos Paulo Porto Alegre e Daniel Wolff com repertório focado na produção de arranjos e composições autorais. Carlos Barbosa Lima brinda-nos com um repertório das Américas com arranjos originais, e Pedro Martelli apresenta um programa de cunho nacional, explorando clássicos, além de compositores em plena atividade.

Representando o violão na música de câmara, temos o Quarteto Abayomi, cujo repertório é voltado à música de raiz, inovando em arranjos de cunho erudito somado ao canto popular, e o Duo Assad, cujo repertório traz um resumo da trajetória de cinquenta anos de carreira de Sérgio e Odair Assad, que certamente figuram entre os violonistas mais importantes da história e entre os mais queridos também. No programa, o Duo inclui a composição de Sérgio Assad, Tahhiyya li Ossoulina (Aos Nossos Antepassados), vencedora do prêmio de melhor composição clássica contemporânea do Grammy Latino em 2008, registra­da no CD Jardim Abandonado.

Representando o violão com orquestra, a presente edição traz uma homenagem do Movimento Violão ao grande compositor brasileiro Marco Pereira, apresentando um programa integral com obras dele, incluindo a estreia de Lendas Amazônicas. Trata-se de uma fantasia concertante para dois violões e orquestra de câmara, escrita especialmente para esta ocasião. A obra é composta de cinco movimentos, que descrevem as lendas do Amazonas: 1. “Naiá, a flor das águas”; 2. “Matinta Perera, o pássaro noturno”; 3. “Curupira, o traquino”; 4. “Iara, o canto da sedução” e 5. “Icamiabas, as mulheres guerreiras”. Frente à Orquestra Metropolitana, regida pelo maestro e compositor Rodrigo Vitta, figuram os solistas Paulo Martelli e o próprio compositor Marco Pereira.

Esperamos que este projeto se torne uma referência para as gerações futuras, que certamente darão continuidade aos movimentos do violão do nosso tempo.

 

Paulo Martelli

 

Produtos relacionados