Sesc SP

Playlists postado em 30/06/2020

[Playlist Selo] Música Instrumental #7

Instrumental Thumb

Ressaca mental

Depois de meses de isolamento social é normal bater um cansaço mental. A #playlistselo de Música Instrumental deste mês te ajuda a relaxar a mente, tire os sapatos, as meias (se tiver frio, passa um ferro quente nela antes de vestir), sente na sua cadeira mais confortável, ou no sofá, ou deite na cama e se deixe levar por essa seleção de músicas para esquecer um pouco das preocupações e recuperar o fôlego para seguir em frente.

1. Banzo: Parte 1 - Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz (A Saga da Travessia, 2016)
2. Sun Khosi - Ruby Rushton (Sun Khosi, 2020)
3. Night in Bangalore - Raul De Souza (Blue Voyage, 2018)
4. Kurukere - Joao Parahyba (O Samba No Balanço do Jazz, 2011)
5. Pace - Nubya Garcia (PAce, 2020)
6. Segura Ele - Banda Mantiqueira e Wynton Marsalis (Com Alma, 2017)
7. Here´s JD - João Donato (Donato Elétrico, 2016)
8. Antropocósmico - Pipo Pegoraro (Antropocósmico, 2020)
9. Chuvisco - Hércules Gomes (Tia Amélia Para Sempre, 2020)
10. Fita Amarela - Flavio Bala (Noel Rosa ao Entardecer, 2011)
11. Unbound - Nérija (Blume, 2019)
12. Dinamite - Pepeu Gomes (Alto da Silveira, 2015)
13. Dá Licença - Lilian Carmona (The First!, 2017)
14. Ilha da Luz - Ivan Conti (Poison Fruit, 2019)
15. Sinal Dos Tempos, Paulo Bellinati (Garoto, 1986)
16. Noites Cariocas - Joel Nascimento, Fábio Peron (Jacob do Bandolim 100 Anos - Sentimento & Balanço, 2018)
17. Caiu Atirando - Edu Neves, Hamilton de Holanda (Caiu Atirando, 2020)
18. Ponteio - Duofel, Carlos Malta, Robertinho Silva (Duo+Dois, 2019)
19. Virou Fumaça - Teco Cardoso, BB Kramer, Swami Jr. (Dança do Tempo, 2019)
20. Bala Baleia - Toninho Ferragutti (Toda Coração: Música de Toninho Ferragutti, 2020)
21. Nem Mais um Pio - Guinga, Quinteto Villa-Lobos (Rasgando Seda, 2012)
22. Tabebuia - Renato Neto (Plugins Amazônicos, 2014)
23. Bebe - Hermeto Pascoal, Doug deVries, James Macauley (The Monash Sessions, 2013)

 

 

      


O QUE FICOU PRA TRÁS....

[Playlist Selo] Música Instrumental #6 (30/05/2020) - "Qual é a sua batida?"

Imagine o bumbo de uma bateria, o sopro de uma flauta, o pedal de um piano elétrico, o dedilhar de uma guitarra, o compasso de um sax, a dimensão de instrumentos eletrônicos em looping e arranjos de atabaques em toques uníssonos como um coração. Em meio à essa paisagem sonora, qual seria a sua batida?

Entre percussões, assovios, experiências sonoras, originalidade, bossa nova, brasilidades e jazz, encontram-se estilos únicos dentro de um grande plural de batimentos rítmicos.

Prepare-se para um check-up completo na companhia de Bixiga 70, Lilian Carmona, João Donato, Projeto Coisa Fina, Itiberê Zwarg, ruído/mm, Rakta + Deafkids, Metá Metá, Airto Moreira, Hermeto Pascol & Grupo, Duofel e Carlos Malta, Johnny Alf, Teco Cardoso, Bebê Kramer e Swami Jr, Letinieres Quinteto e Tamba 4.

1. Quebra Cabeça - Bixiga 70 (Sessões Selo Sesc #5: Bixiga 70)
2. Dá Licença - Lilian Carmona (The First!)
3. Emoriô - João Donato + Projeto Coisa Fina (Sessões Selo Sesc #7: João Donato + Projeto Coisa Fina)
4. Atalho do Gnomo - Itiberê Zwarg (Intuitivo)
5. Penhascos, Desfiladeiros e Outros Sonhos - ruído/mm (Rasura)
6. Raíz Negra - Rakta + Deafkids (Sessões Selo Sesc #6: Rakta + Deafkids)
7. Mano Légua - Metá Metá (Sessões Selo Sesc #3: Metá Metá)
8. I’m Fine, How Are You? - Airto Moreira (Aluê)
9. Entrando Pelos Canos - Hermeto Pascoal & Grupo (No Mundo dos Sons)
10. Casa Forte - Duofel e Carlos Malta (Duo+Dois)
11. Diagonal - Johnny Alf (Diagonal)
12. Virou Fumaça - Teco Cardoso, Bebê Kramer, Swami Jr. (Dança no Tempo)
13. Patinete rami rami - Letineres Leite Quinteto (O Enigma Lexeu)
14. Chant Of Ossanha (Canto de Ossanha) - Tamba 4 (Instrumental Bossa Nova)

[Playlist Selo] Música Instrumental #5 (30/04/2020) - "Do jazz ao..."

A linguagem do jazz sempre foi um prato cheio para os instrumentistas e compositores brasileiros despontarem mundo afora, fazendo dialogar o gênero nascido nos EUA com o samba, frevo, choro e outros ritmos populares, essencialmente nacionais. Essa integração é tão ressoante no catálogo do Selo que não poderíamos deixar de produzir uma #playlistselo que exaltasse esses elementos. Introduções trazendo o clima da música, temas (possivelmente repetidos) carregando diferentes melodias, seções de solos com improvisações, progressão de acordes e encerramentos; tudo de uma forma que, embora nem toda peça siga essa forma, a vasta maioria do jazz tradicional esteja representada.

Temos big-bands encabeçadas pelo recém-lançado Sessões Selo Sesc #8: João Donato e Projeto Coisa Fina, acompanhadas pelos maestros Letieres Leite e Orkestra Rumpilezz, Arthur Verocai e Banda Mantiqueira; formações menores que bebem dessa fonte com Itiberê Zwarg, Lilian Carmona, Mario Adnet, quartetos (Raul de Souza, Melissa Aldana e Quartabê) e, por fim, espaço para os mestres Moacir Santos e Dom Salvador.

1. Carly and Carole - Ao vivo - João Donato + Projeto Coisa Fina (Sessões Selo Sesc #7: João Donato + Projeto Coisa Fina)
2. Banzo: Parte 2 - Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz (A Saga da Travessia)
3. Snake Eyes - Arthur Verocai (No Vôo do Urubu)
4. Coisa Nº 10 - Moacir Santos (Coisas)
5. Ária - Itiberê Zwarg (Intuitivo)
6. Chorojazz - Mario Adnet (Saudade Maravilhosa)
7. Mentir - Flavio Bala (Noel Rosa ao Entardecer)
8. Abaetetuba - Renato Neto (Plugins Amazônicos)
9. Valseta - Joao Parahyba (O samba no balanço do Jazz)
10. To My Brother Sonny - Raul de Souza (Blue Voyage)
11. Maré Baixa - Quartabê (Lição #2: Dorival)
12. Chorinho pro Calazans - Banda Mantiqueira (Com Alma)
13. Acceptance - Ao Vivo - Melissa Aldana (Sess Jazz: Melissa Aldana Quartet (Ao Vivo))
14. Tem Dó - Ao Vivo - Dom Salvador (Dom Salvador & Rio 65 Trio - Live In Zankel Hall At Carnegie Hall)

 

[Playlist Selo] Música Instrumental #4 (30/3/2020) - "Uma ideia na cabeça, um instrumento não mão."

Percussão, cordas, teclas, sopros... O que dá pra fazer quando a música é a fronteira final? Quando a letra não te restringe à canção? A música instrumental, abstendo-se da comunicação direta através das palavras, está livre para expressar da forma mais original os sentimentos de seus compositores e intérpretes, e ao mesmo tempo, deixa livre quem escuta para recebê-la com a melhor moldura que lhe ocorrer. Desperta sensações, acorda memórias, testa significados particulares, enquanto vibra o ar para todos que estão por entre os sons.

Tradicionamente, todas as segundas tem #InstrumentalSescBrasil no Teatro Anchieta do Sesc Consolação e também nas redes do Sesc São Paulo, mas como a quarentena deixou a gente um pouco mais distante dos palcos, aproveitamos o momento para embalar a noite com o repertório de música instrumental do Selo Sesc.

Nesta edição da #playlistselo, selecionamos uma pequena amostra do que é possível fazer quando se tem uma ideia na cabeça e um instrumento na mão. Na seleta, recebemos o time do Selo encabeçado por: Bixiga 70, João Parahyba, Ekyndayo, Renato Neto, Mário Adnet, João Donato, Pepeu Gomes, Letieres Leite, entre outros instrumentistas; completa também pelos outsiders: Lightning Bolt, Romashka, Miles Davis, Tortoise e Buena Onda Reggae Club. É pouco mais de 1 hora e meia de música pra matar a saudade do Instrumental, então fique em casa, lave as mãos e aproveite!

1. 100% 13 - Bixiga 70 (Sessões Selo Sesc #5: Bixiga 70)
2. Nanã - João Parahyba (O Samba no Balanço do Jazz)
3. Monica - Tortoise (Standards)
4. Night of the Hunter - Ekundayo (Ekundayo)
5. Ayuru - Renato Neto (Plugins Amazônicos)
6. Ride The Sky - Lightning Bolt (Ride The Skies)
7. Viver De Amor - Mario Adnet (Saudade Maravilhosa)
8. Urbano - João Donato (Donato Elétrico)
9. Mariana - Romashka (Gypsy Muzica For Dancing & Dreaming)
10. Na Pele do Pelé - Pepeu Gomes (Alto da Silveira)
11. Feira de Sete Portas - Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz (A Saga da Travessia)
12. Budo - Remastered - Miles Davis (The Complete Birth Of The Cool)
13. De Fabio para Jovino Santos - Hermeto Pascoal & Grupo (No Mundo dos Sons)
14. Esnaipes - Hurtmold & Paulo Santos (Curado)
15. Um Rocksteady para Você - Buena Onda Reggae Club (Disco 2)
16. Assustado - Itiberê Zwarg (Intuitivo)
17. Obá Kossô - Metá Metá (Sessões Selo Sesc #3: Metá Metá)

 

[Playlist Selo] Música Instrumental #3 (28/2/2020)

"Ninguém pode maltratar o rapaz do violão."

Dentre os instrumentos de cordas dedilhadas da história, da lira a guitarra romana, passando pelo histórico alaúde, a viola e seus irmãos mais próximos, de menor ou maior tamanho, talvez sejam os que mais pavimentaram a história música brasileira, seja ela clássica ou popular. Nesse mar de referências, o Brasil não ficou devendo em nenhum dos lados. A viola chegou pelas mãos portuguesas lá no século XVI e já figurava, por exemplo, no colo de Gregório de Matos acompanhando sua poesia. Aqui ela se fez caipira, machete, de cabaça, de cocho, com quatro, cinco cordas duplas, tarraxas metálicas, inteiriça, de variações e estilos diversos. O violão adotado mais adiante e gerando um pouco de confusão com a parceira viola, no século XIX, tornou-se o instrumento favorito para o acompanhamento vocal, como no caso das modinhas, na música instrumental, acompanhando o cavaquinho e o bandolim, e com isso formando a base de um conjunto de choro. Foi lá e se desenvolveu antes e depois da bossa-nova, se fundiu com elementos elétricos e alcançou praticamente todos os gêneros populares.

Nesta edição da #playlistselo de Música Instrumental, mergulhamos no catálogo para trazer dezenas de combinações onde as cordas dedilhadas sobressaem. Começamos com Anna Maria Kieffer e a viola improvisada no início do século XIX em São Paulo, a dupla incendiária de violonistas do Duofel soando uma versão poderosa para black music da Banda Black Rio na combinação flauta e percussão (duo+dois, 2019) e o violão de Swami Jr ao lado de flauta e acordeon (Dança do Tempo, 2019). Seguimos com os estudos de viola de Reinaldo Toledo (Viola Paulista - Vol. I, 2018) e violão de Paulo Martelli, músico considerado um dos maiores intérpretes de Bach do mundo. Violonistas brasileiros consolidados como Paulo Bellinati, Rosinha de Valença, Sebastião Tapajós, Baden Powell e Kiko Dinucci em interpretações que trazem suas marcas registradas, além de parcerias opulentes como as de Guinga (violão e quarteto de cordas) e Banda Mantiquera (violão e big band) e mais extremas como a de Marco Scarassatti (viola de cocho experimental) e Nelson da Rabeca (cavaquinho e rabeca). Completam a seleta o bandolim de Joel Nascimento ao lado do violão 7 cordas de João Camarero (Jacob do Bandolim 100 Anos - Sentimento & Balanço, 2018) e Pepeu Gomes (Alto da Silveira, 2015) dedilhando violão e guitarra na mesma faixa.

1. A Cidade: Improviso para Viola - Anna Maria Kieffer (São Paulo: Paisagens Sonoras)
2. Exu Odara - Instrumental - Kiko Dinucci (Rastilho)
3. Casa Forte - Duofel (duo+dois)
4. Sorongaio - Sebastiao Tapajós (Sebastião Tapajós & Pedro dos Santos)
5. Paladino - Teco Cardoso, BB Kramer e Swami Jr. (Dança do Tempo)
6. Estudo 09 - Reinaldo Toledo (Viola Paulista - Vol. I)
7. Estudo No. 7 - Paulo Martelli (20 Estudos Populares Brasileiros para Violão de Geraldo Vespar)
8. Zanzibar - Rosinha de Valença (Um Violão em Primeiro Plano)
9. Cavaquinho do Nelson - Nelson da Rabeca e Thomas Rohrer (Tradição Improvisada)
10. Pássaro-Cocho - Marco Scarassatti (Construtores de Sons)
11. Palau - José Gustavo Julião (Viola Paulista - Vol. I)
12. Sinal Dos Tempos - Paulo Bellinati (Garoto)
13. Tom e Vinícius - Guinga e Quarteto Carlos Gomes (Avenida Atlântica)
14. Desafinado - Banda Mantiqueira e Romero Lubambo (Com Alma)
15. Canto de Ossanha - Baden Powell (Three Originals: Tristeza on Guitar / Poema on Guitar / Apaixonado)
16. Pé de Moleque - Joel Nascimento (Jacob do Bandolim 100 Anos - Sentimento & Balanço)
17. Coração Mudo - Pepeu Gomes (Alto da Silveira)

 

[Playlist Selo] Música Instrumental #2 (9/1/2020) 

"Pianoforte"

Do popular ao erudito, o piano está presente em boa parte da música ocidental trazendo diferentes intensidades às canções, do dedilhar moto-perpétuo de Tia Amélia, aqui brilhantemente interpretada por Hercules Gomes no grande lançamento instrumental do mês de janeiro/2020 do Selo Sesc, passando por clássicos como a primeira gravação de Tico-Tico No Fubá da Orquestra Colbaz do maestro Gaó, homenagens a Tom Jobim, nomes internacionais como Ray Charles, Melissa Aldana e Herbert Henck, até faixas de discos de destaque de 2019 do japonês Aki Takase, do inglês Alfa Mist e do brasileiro Jonathan Ferr.

1. Cheio de Truques - Hercules Gomes (Tia Amélia Para Sempre)
2. Com Que Roupa - Olando Silveira e Carolina Cardoso de Menezes (Paraíba (1956 - 1958))
3. Tico-Tico no Fubá - Orquestra Colbaz (Tico-Tico no Fubá)
4. Suíte Brasileira para Cello e Piano (Frevo) - Antonio Meneses e André Mehmari (AM60 AM40)
5. Para Tom Jobim - Hermeto Pascoal & Grupo (No Mundo dos Sons)
6. Folia de Reis - Dom Salvador (Dom Salvador)
7. Bike - Jonathan Ferr (Bike)
8. Cidade Vazia - Alexandre Basa (Black Bossa)
9. Vila Mariana - Raul de Souza (Blue Voyage)
10. Retainer - Alfa Mist (Structuralism)
11. Rockhouse, Pt. 1 & 2 - Ray Charles (What’d I Say)
12. Meu Amigo Tom Jobim - Radamés Gnattali Sexteto (Instrumental Brasil)
13. Trio Nº III, 1984: Alegre - Trio Puelli (Radamés Gnattali: Integral das Obras Para Piano, Violino e Violoncelo)
14. Shostakovitchiana: IV Dschoro - André Mehmari (Música Para Cordas)
15. Partita - Maury Buchala (Portrait)
16. Traffic Jam - Aki Takase (Aki Takase Japanic: Thema Prima)
17. The Seasons: 6. Summer - John Cage, Herbert Henck (Cage: Early Piano Music)
18. Nocturne, Op. 6: Nº 1 - Jose Eduardo Martins (O Romantismo de Henrique Oswald)
19. Free Fall (Ao Vivo) - Melissa Aldana (Sesc Jazz: Melissa Aldana (Ao Vivo)

 

[Playlist Selo] Música Instrumental #1 (12/12/2019)

"Só choro instrumental, sem vela."

No ritmo do lançamento do single Jaboatão, que integrará o álbum Tia Amélia Para Sempre do pianista capixaba Hercules Gomes, a playlist Música Instrumental traz uma seleção de choros lançados pelo Selo Sesc e outros artistas que orbitam em torno de um dos gêneros mais originais da música brasileira. Também estão presentes músicas do álbum Jacob do Bandolim 100 Anos - Sentimento & Balanço lançado em 2018 em homenagem ao mestre do bandolim, Panorama do Choro que terá DVD lançado pelo Selo em 2020 e outros choros pinçados de outros álbuns da casa, como Alto da Silveira de Pepeu Gomes. A seleta tem espaço também para experimentos em choro elétrico da banda Quatro a Zero, dois dos melhores músicos contemporâneos, Hamilton de Holanda e André Mehmari e ainda clássicos de Paulo Moura e Egberto Gismonti.

1. Jaboatão - Hércules Gomes (Tia Amélia Para Sempre)
2. Gostosinho - Fábio Peron (Jacob do Bandolim 100 Anos - Sentimento & Balanço)
3. Curioso - Panorama do Choro, Luizinho 7 Cordas e Maurilio de Oliveira (Panorama do Choro Paulistano Contemporâneo)
4. Agüenta Seu Fulgêncio - Trio Madeira Brasil (Trio Madeira Brasil)
5. Pé de Moleque - Joel Nascimento (Jacob do Bandolim 100 Anos - Sentimento & Balanço)
6. Chorando no Cantinho - Pepeu Gomes (Alto da Silveira)
7. O Gato e o Canário - Quatro a Zero (Choro Elétrico)
8. Bola Preta - Joel Nascimento e Fábio Peron (Jacob do Bandolim 100 Anos - Sentimento & Balanço)
9. No passo - Tia Amelia e Banda Vila Rica (Sorriso de Bruno)
10. Biónne (Adeus) - Clara Sverner (Chiquinha Gonzaga)
11. Suite Retratos (1956) Chiquinha Gonzaga (Corta-Jaca) - Radamés Gnattali (Retratos)
12. Tristezas De Um Violão - Paulo Bellinati (Garoto)
13. Samba Pro Rapha - Hamilton De Holanda e André Mehmari (Hamilton de Holanda & Yamandu Costa - Live!)
14. Sete anéis - Egberto Gismonti (Voyages)
15. Segura Ele - Banda Mantiqueira e Wynton Marsalis (Com Alma)
16. Choro Esperança - Teco Cardoso, BB Kramer e Swami Jr. (Dança do Tempo)
17. Notícia - Paulo Moura (Confusão Urbana, Suburbana e Rural)
18. Naquele Tempo / Um a Zero / O Vôo da Mosca - OSESP e Banda Mantiqueira (OSESP e Banda Mantiqueira)
19. Chorinho pro Calazans - Banda Mantiqueira e Cacá Malaquias (Com Alma)

 

Produtos relacionados