Sesc SP

1
É madrugada do 31 de março para o 1 de abril de 1964, o dia do golpe. Sabino (Gero Camilo) um operário e Jucelino (Victor Mendes) um estudante fogem da polícia no centro do Rio de Janeiro e pulam pra dentro do Restaurante Zicartola. Zica (Nilcéia Vicente) e Cartola (Adolfo Moura) preparam-se para dormir. Os barulhos: sirenes, os gritos e tiros que acontecem na rua, por vezes cortam o grande salão, trazendo medo e tensão aos moradores do bairro. E principalmente para os dois fugitivos. 

No espetáculo “Razão Social:” o passado em que grandes sambistas escreveram seus nomes na história da música popular brasileira aparece como pano de fundo para outra discussão:  o golpe militar de 1964. Nesta peça o elenco canta músicas do Cartola, Noel Rosa, Carlos Cachaça, Nelson Cavaquinho, Zé Ketti, Clementina de Jesus entre outros grandes sambistas da época. Tudo para celebrarmos o centenário do samba e ao mesmo tempo olharmos pra um passado recente do Brasil e suas feridas abertas.

FICHA TÉCNICA:
Texto e direção: Gero Camilo e Victor Mendes
Elenco:  Adolfo Moura, Nilcéia Vicente, Gero Camilo e Victor Mendes
Músicos: Everson Pessoa, Gerson da banda e Nino Miau. 
Cenotécnico: José Roberto Tomasim
Iluminador: João Blumenschein
Técnico de som: Bruno dos Reis
Figurinos: Gero Camilo e Victor Mendes
Concepção de luz: João Blumenschein, Gero Camilo e Victor Mendes
Concepção de cenário: Gero Camilo e Victor Mendes
Pesquisa, supervisão e execução de cenário: José Roberto Tomasim
Execução do cenário: Bruno Matias e Marcos Alves (Più Design) 
Direção de produção: Flávia Corrêa
Assistente de produção: Ana Sardinha
Produção executiva: Flávia Corrêa
Produção: Cia Tertúlia de Acontecimentos

No Teatro. 

(Foto: Roberto Setton)

saiba mais

Teatro

Razão Social Com Cia Tertúlia de Acontecimentos 14

Essa atividade aconteceu em 18/02/2017 no Sesc Santo André.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo