Sesc SP

MITSP Tao Pouco Tempo foto divulgacao
MITSP - Mostra Internacional de Teatro de São Paulo | Sesc Vila Mariana

A atriz Lina Majdalanie, esposa de Rabih, está em um palco todo preto, quase vazio, não fosse a mesa com as caixas contendo fotografias de um mártir. Ela fala laconicamente sobre troca de prisioneiros, restos mortais de soldados e o cadáver de Deeb Al Asmar, um mártir islâmico ficcional, para o qual foram erguidos monumentos. Nas caixas, as fotos manuseadas por Lina vão perdendo a cor, mergulhadas em um líquido.

Anos depois, o mártir volta à cidade e aparece a questão: estando vivo, ainda continua ele a ser um herói? É a partir dessa situação absurda que Mroué e Lina fazem um jogo inteligente, engraçado e irônico em um estúdio de fotografia. Ao fazer a desconstrução desse personagem morto, mas depois vivo, o diretor questiona a fascinação por imagens de líderes mortos, muitas vezes mais interessantes do que quando estão vivos.

Desde suas primeiras peças, Rabih Mroué perscruta a história de seu país, o Líbano, explorando os pontos de junção e atrito entre a realidade e a ficção, a história real e seus mitos, o palco e suas ilusões.

O artista libanês Rabih Mroué, nascido em 1967, reside em Berlim. Como artista, ator e diretor, Mroué é cofundador do Beirut Art Center, editor colaborador do TDR: The Drama Review (NYC) e diretor de teatro na Münchner Kammerspiele (Munique). Foi membro do International Research Center - Interweaving Performance Cultures/ Freie Universität - Berlin 2013/2014. Como ator, dramaturgo e artista visual é conhecido por sua sutil desconstrução de imagens. Em seu trabalho, as imagens se tornam narrativas de contradições. Ele as revela ao público, camada a camada, criando reflexos comoventes do nosso mundo, desfocando os limites entre ficção e documentário, entre imaginação e manipulação.

Texto e direção: Rabih Mroué
Performer: Lina Majdalanie
Colaboração no texto: Yousef Bazzi e Lina Majdalanie
Cenografia: Samar Maakaroun
Artes Gráficas e Assistente de Direção: Abraham Zeitoun
Assistente de Pesquisa: Andrea Geissler
Música: Kari'atal-funjan - Abdel Halim Hafez (composta por Mouhamad Al Mouji. Letras de Nizar Qabbani)
Duração: 60 minutos

A peça terá legenda em português.
Não será permitida a entrada após início do espetáculo.
Limitado a quatro ingressos por pessoa.

Teatro

(Foto: Divulgação)

saiba mais

Teatro

Tão Pouco Tempo Mostra Rabih Mroué 16

Essa atividade aconteceu em 15/03/2017 no Sesc Vila Mariana.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo