Sesc SP

clip
Com Donny Correia
O poeta paraibano Augusto dos Anjos (1884-1914), autor de um único livro, Eu (1912), é um caso singular na história da literatura brasileira. Perdido entre o preciosismo parnasiano e a implosão modernista, dos Anjos é frequentemente associado ao simbolismo e ao expressionismo. Em verdade, o poeta mais obscuro de nosso panteão era uma convulsão de movimentos, ideias e reflexões que hoje, tempo de incertezas e hostilidades, fazem mais sentido do que nunca.
Donny Correia, poeta e cineasta, é mestre e doutorando em Estética e História da Arte pela USP e bacharel em Letras e tradutor e intérprete pelo Centro Universitário Ibero-Americano (Unibero). Realizou os curtas experimentais “Anatomy of decay”, “Braineraser”, “Totem”, selecionado para a 34ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo e Prêmio Canal Brasil, e “In carcere et vinculis”. Publicou os livros de poesia “O eco do espelho” (2005), ‘Balletmanco” (2009) e “Corpocárcere” (2013) e Zero nas veias (2015), além de ter organizado, junto com Marcelo Tápia a antologia “Cinematographos de Guilherme de Almeida”, para a Editora Unesp (2012). É coordenador de programação da Casa Guilherme de Almeida.

Auditório. 200 lugares.
Retirada de ingressos com 1h de antecedência


Foto: Luciana Brito 
Literatura

CLIP - Augusto dos Anjos 16

Essa atividade aconteceu em 19/05/2017 no Sesc Ribeirão Preto.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo