Sesc SP

07.2017---Danca---Abo---Dani-Neves---3
Abô é um espetáculo em defesa das raízes afro-brasileiras e tem como cerne as mitologias que habitam os rituais de Candomblé. A montagem não leva à cena rituais religiosos nem a dança dos orixás, mas, sim, um olhar sobre estas expressões a partir de um conceito e uma estética particulares da dança contemporânea. 
Na religião afro-brasileiro Abô é o nome dado ao banho de ervas de purificação do corpo e repele todos os maus espíritos. 
Para o Grupo Grial, Abô é o banho de africanidade tão necessário à construção de uma escritura em dança pesquisada há 20 anos.

Sobre o Grupo Grial 
Criado em 1997 pelo escritor e dramaturgo Ariano Suassuna e a bailarina e coreógrafa Maria Paula Costa Rêgo, o Grupo Grial desde sua formação vem evoluindo a escritura coreográfica em torno da sua matriz: a tradição popular. Suas criações contemporâneas, com base no pensamento da arte Armorial, surgem da escuta delicada e atenta dos povos que executam as brincadeiras populares para, a partir delas e muitas vezes com seus próprios protagonistas, criar uma dança na qual eles estejam (e se vejam) representados.
O último trabalho do Grupo, Terra, que estreou em 2013, venceu o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) de Intérprete Criadora. O solo de Maria Paula refletia as marcas e heranças dos povos indígenas na formação do gene brasileiro. O espetáculo Travessia, criação de 2010, foi tido como Melhor Espetáculo pelo Jornal Estadão em 2011.

Local: Galpão Multiuso

* Limite de venda: 2 ingressos por pessoa

(Foto: Dani Neves)
Dança

Abô 14

Essa atividade aconteceu em 12/07/2017 no Sesc Campinas.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo