Sesc SP

Esta atividade faz parte da

35 Anos depois do Começo do Fim do Mundo - Bandas que estiveram na edição original ou foram influenciadas pelo festival Começo do Fim do Mundo saiba mais

mercenarias
Atualmente em nova formação, Sandra Coutinho (voz e baixo) segue acompanhada por Michelle Abu (bateria e  backing vocals) e Marianne  Crestani (guitarra). Neste formato de power trio, o grupo vem se apresentando pelo Brasil trazendo clássicos como Me Perco Nesse Tempo, Santa Igreja, Polícia e Pânico e prepara novidades ainda este ano. No show,  As  Mercenárias comemoram três décadas e meia dedicadas ao rock, com o pé na estrada, novo fôlego e o desejo de novas criações. Uma banda formada por mulheres fortes, conectadas com seu tempo.

Em 1982, as então estudantes Sandra Coutinho (baixo), Rosália (vocal) e Ana Machado (guitarra) resolveram formar uma banda inspiradas pela onda punk de São Paulo. Edgard Scandurra foi o primeiro baterista do grupo, mas por conta das diversas bandas que tocava (como o Smack e o futuro Ultraje a Rigor e Ira!), ele saiu e em seu lugar entrou a baterista Lou. Em 1986 foi lançado o primeiro LP do grupo, Cadê as Armas? (Baratos Afins). O disco foi bem recebido na época e a fama do grupo chamou a atenção de grandes gravadoras. Com isso, em 1988, foi gravado o segundo álbum do grupo, Trashland, lançado pela EMI. O disco foi um sucesso de público e de crítica, sendo eleito o "álbum do ano" pela Revista Bizz, mas sem a divulgação necessária, o álbum não vendeu o que se esperava e a banda foi dispensada por meio de um telegrama. O episódio precipitou o fim da banda e Rosália, Ana e Lou abandonaram a carreira musical, com Sandra indo morar em Berlim

Em 2005, com a volta de Sandra Coutinho ao Brasil, o grupo ressurge com a vocalista Rosália e duas novas integrantes: Geórgia Branco e Pitchu Ferraz. No mesmo ano, é lançado no exterior o CD O Começo do Fim do Mundo (Beginning of the End of the World: Brasilian Post-Punk 1982-85), coletânea com músicas dos dois discos da banda. Pouco tempo depois Rosália sai do grupo e Sandra assume os vocais. Em 2012, em comemoração as 30 anos do grupo, é feito um show no Centro Cultural da Juventude - CCJ com a participação dos músicos Edgard Scandurra, Naná Rizzini, Karina Buhr, Maria Alcina, Clemente (Inocentes) e Michelle Abur, inaugurando uma nova fase do grupo, que iria testar outras formações até o desenho atual.

Local: Praça de Eventos

(Foto: Filipa Andreia)

saiba mais

Música

As Mercenárias 35 anos 14

Essa atividade aconteceu em 13/08/2017 no Sesc Itaquera.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo