Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Jazz na Fábrica 2017 - Panorama da diversidade de estilos, formações e sonoridades do jazz. saiba mais

Debo-Band---3---Jacob-Blickenstaff

Imagine a vigorosa mistura de ritmos tradicionais e soul que caracterizam o jazz etíope mil vezes mais funky: eis o que é a Debo Band. A big band concebida em Boston (EUA) em 2006 é liderada pelo saxofonista e etnomusicólogo Danny Mekonnen, artista de origem etíope nascido no Sudão e criado nos Estados Unidos, e pelo franco-etíope Bruck Tesfaye, cujo vocal em amharic (uma das línguas faladasna Etiópia) faz um contraponto psicodélico hipnótico com os metais estridentes da seção de sopros e a guitarra, numa sonoridade que atualiza as influências de seus conterrâneos. Foram eles a primeira referência de Makonnen, que cresceu ouvindo estrelas como o multiinstrumentista Mulatu Astatke, o vocalista Mahmoud Ahmed, um dos preferidos de seus pais, e inspirou-se no trabalho da The Haile Selassie Theater Orchestra ao decidir montar sua própria orquestra. O primeiro disco, homônimo (2012), foi produzido pelo baixista Tommy T Gobena, do Gogol Bordello, o que explica muito de seu caráter multiétnico. No segundo, Ere Gobez (2016), a banda faz a conexão entre os ritmos da era de ouro da cena musical de Adis Abeba, nos anos 1960 e 70, com rock, funk e pop, num afiado trabalho coletivo — debo, em amharic.

Danny Mekonnen (sax), Bruck Tesfaye (voz), Gabriel Birnbaum (sax), Danilo Heriberto Henriquez (trompete), Marié Ané (acordeão), Kaethemargit Hostetter (violino), Harjinder Singh Bedi (violão), Paul Johngoodwin (baixo) e Adam Andrew Clark (bateria).

Vendas limitadas a 4 ingressos por pessoa.

Local: Comedoria*

*A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados: 150. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos. Abertura da casa com discotecagem às 20h no sábado e às 18h no domingo.

------

Imagine the vigorous mix of traditional rhythms, jazz and soul that characterizes Ethiopian music, but a thousand times funkier: this is what Debo Band sounds like. The big band started in Boston (USA) in 2006, and is led by the saxophonist and ethnomusicologist Danny Mekonnen, an Ethiopian-born artist raised in the United States, along with French-Ethiopian Bruck Tesfaye, whose vocals in Amharic (one of the languages spokenin Ethiopia) is a psychedelic and hypnotic counterpoint to the strident metals of the wind section and guitar, resulting in a sound that modernizes Ethiopian influences. Local beats were Makonnen’s first reference: he grew uplistening to stars like multi-instrumentalist Mulatu Astatke, vocalist Mahmoud Ahmed, afavorite of his parents, and was inspired by thework of The Haile Selassie Theater Orchestra when setting up his own orchestra. The group’s self-titled first album was produced in 2012 by Gogol Bordello’s bassist Tommy T. Gobena, which explains much of its multiethnic character. In their second album, Ere Gobez (2016), they connected rhythms from the golden era of Addis Ababa’s music scene in the 1960s and 70s with rock, funk and pop, in a sharp collectivework — “debo” in Amharic.

Danny Mekonnen  (saxophone), Bruck Tesfaye (vocals), Gabriel Birnbaum (saxophone), Danilo Heriberto Henriquez (trumpet), Marié Ane (accordion), Kaethe Margit Hostetter (violin), Harjinder Singh Bedi (acoustic guitar), Paul John Goodwin (bass) and Adam Andrew Clark (drums). 

Purchase is limited to four tickets per person. 

Venue: Comedoria*
*Venue capacity: 800 people. 150 seats available on a first come, first serve basis. Doors open with a DJ set at 8pm on Saturday and at 6pm on Sunday. Not suitable for under 18s. 

(Foto/Photo: Jacob Blickenstaff)

saiba mais

Música

Debo Band (Estados Unidos | United States of America) 18

Essa atividade aconteceu em 27/08/2017 no Sesc Pompeia.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo