Sesc SP

Rua Flou

Com a Cia Mover.

O  espetáculo  voltado  é para  o  público  infanto-juvenil  e  que  possui  a  cartografia e a improvisação como dispositivos  de criação. O jogo, o formato arena, a proximidade  e a interação com o público  continuam sendo características do trabalho desta companhia, desde a estreia de "As Aventuras de VocEu" em 2013.

Nesta nova cria ção, o coletivo formado por cinco bailarinos,  um  músico,  uma  contadora  de  histórias  e  uma  artista  plástica,  experimentam  as possibilidades  de pensar o  espa ço como  fluxos,  linhas  e mapas,  construindo  zonas  de afeto e traçando linhas  de fuga.

Cena 1:
"Era uma vez a Rua", inicia  com uma contação de histórias sobre uma menina que gostava de observar a rua pela janela. Ela vai se relacionando com os movimentos  da rua e as mudanças que acontecem no local:  de uma rua de terra a uma rua a sfaltada. A cena continua com improvisa ções  corporais realizadas através do uso de rolos  de fita crepe, retomando imagens da  história  e j á estabelecendo os primeiros  contatos visuais  e intera ções com o público.

Cena 2:
"Jogo-Mapa", os bailarinos  estabelecem uma improvisação-jogo  que brinca com a construção de um mapa com o uso das fitas crepe e a intera ção corporal neste mapa. A cena
termina levando  o público  a brincar pelo espaço cênico.

Cena 3:
"Fluxos  da Cidade", busca elevar o mapa, construindo  uma topografia  com a manipulação  dos  instrumentos  musicais  utilizados  pelo  músico  em  cena  -  a  trilha  sonora  é realizada ao vivo,  por meio  de  uma instalação sonora criada pela Cia Mover -  e de saias coloridas.  Novas imagens e composições vão surgindo,  até  que os artistas começam um grande cortejo pelo espaço. A ideia  de espa ço cênico  é  ampliada para  todo o local onde o espetáculo  é  realizado e, artistas e público,  caminham  em um  cortejo de maracatu, que   se transforma em uma marcha  - com a brincadeira "andamos todos iguais"  - e finaliza  com um line  dance - soul train de danças urbanas.

Cena 4:
"Linhas  da Metrópole",  retoma a contação  de  histórias,  agora  propondo  ao público  que digam  "o  que viram  na rua" e  continuem  a construir  a história.  Um jogo  se inicia onde os corpos não podem tocar nas linhas  (el ásticos) que atravessam a cena. Ao final,  uma das bailarinas  é  enrolada  pelos  el ásticos.  A  cena finaliza  com  uma  imagem  poética  que  trabalha contrastes entre movimentos  retil í neos  e curvil í neos,  pouco espaço e espaço amplo,  metrópole e cidade pequena.


Ficha técnica:
:: Interpretes-criadores: André  Moraes, Dayana Crisostomo,  Evelin  Danzi, Karen Moraes, Kessia Midory, Peticia Carvalho  e Rogério Marcondes.
:: Contação de história: Karen Moraes.
:: Trilha sonora original:  André Moraes.
:: Direção: Peticia Carvalho.
:: Direção artística:  Marcelly Boccia e Karen Moraes.
:: Figurinos: Marcelly Boccia.
:: Duração: 70 Minutos.  


Vagas limitadas. Inscrições no local com 30 minutos de antecedência



Área de Convivência.   




(Foto: Divulgação) 



Dança

Rua Flu L

Essa atividade aconteceu em 15/11/2017 no Sesc Santana.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo