Sesc SP

Esta atividade faz parte da

40 Anos de Punk - Bandas influentes de punk e pós-punk se apresentam no Sesc Pompeia saiba mais

merce

Obs: este show acontecerá no dia 25/11. No dia 24/11, acontecerá o show Restos de Nada e Ai5.

As Mercenárias
se apresentaram diversas vezes no Sesc Pompeia no inicio dos anos 1980. A primeira, foi em 1983 ao lado dos Titãs e Ira! e, no mesmo ano, tocaram no programa Fábrica do Som, que era gravado no Teatro do Sesc. Em 1986, as Mercenárias lançaram o LP “Cadê as Armas” pela Baratos Afins, e esse foi o primeiro LP de rock independente gravado apenas por mulheres no Brasil. No ano seguinte lançaram “Trashland” por uma grande gravadora, fizeram alguns shows e a banda acabou. No inicio dos anos 2000 as Mercenárias voltaram a tocar. Na mesma época, a gravadora inglesa Soul Jazz lança uma coletânea da banda, o que torna as Mercenárias uma banda cultuada no mundo todo.

Patife Band
No inicio da década de 1980, Paulo Barnabé participou dos principais discos da Vanguarda Paulista como Clara Crocodilo, Beleléu e Tubarões Voadores. Depois de tantas experiências com seu irmão Arrigo e com Itamar Assunção, em busca de linguagem própria, ele montou a sua banda, a Paulo Patife Band. Em 1987, a Patife Band lançou o disco ‘Corredor Polonês’, misturando punk rock, jazz e música brasileira. É um disco muito difícil de rotular, mas o Pós Punk lhe cai bem. Após o lançamento do LP, a banda dura mais um ano e volta à ativa apenas em 2003.

Vendas limitadas a 4 ingressos por pessoa.
Local: Comedoria* 

*A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados: 150. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos. Abertura da casa às 20h00.

(Fotos: Filipa Andreia / Rodrigo Fonseca)

saiba mais

Música

As Mercenárias E Patife Band 18

Essa atividade aconteceu em 25/11/2017 no Sesc Pompeia.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo