Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Afrobrasilidades - Arte, estética e cultura negra saiba mais

comicidade-circo-negro-sesc-santo-amaro-bate-papo
Neste bate-papo serão discutidos a presença e criação dos negros no contexto da comicidade tanto no espetáculo circense, tal como se consolidou no Brasil, e a presença da figura cômica nas culturas populares conduzidas por populações negras tais como: o cavalo-marinho e o bumba-meu-boi.
Com mediação de Vanessa Rosa, palhaça, atriz e arte-educadora

Heraldo Firmino, é ator, palhaço, diretor, dramaturgo e educador. Graduado pela Escola Livre de Teatro, esteve em cerca de 25 espetáculos profissionais como ator e diretor, alguns deles premiados e 4 longas-metragens, trabalhou com Cida Almeida, Tiche Vianna, Pedro Pires, Cacá Carvalho, Ednaldo Freire, Laís Bodanski, Hector Babenco e Fernando Meirelles, Celso Frateschi, Cezar Charlone. Fundou a Cia. Baitaclã de teatro e pesquisa cultura popular e a linguagem das máscaras com foco no palhaço e comédia Dell'Arte. Está nos Doutores da Alegria desde 1998 onde atua como palhaço , arte educador , é responsável pela criação do Programa de Formação de Palhaço (curso profissionalizante 2000 horas único no Brasil) , foi formador no curso de extensão universitária " Treinamento em palhaço de Hospital" para estudantes EEUSP,FMUSP,FSUSP.Ministra palestras e participa de mesas de discussão sobre racismo e  atuação dos negros na sociedade brasileira.

Cida Almeida, formada pela Escola de Arte Dramática da USP e pela Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), em Filosofia. Desde 1987, ministra cursos e dirige espetáculos na linguagem das máscaras, com vistas à divulgação e à formação de artistas por meio de uma pedagogia para o Intérprete Popular. Ministra cursos, dirige espetáculos e mantem um núcleo de estudos e pesquisa da arte cômica. Seus espetáculos são frequentemente fundamentados na linguagem do palhaço, mas a formação do intérprete cômico e popular os leva a caminhos estéticos muito além do nariz vermelho. Especialista na formação e preparação de atores através das máscaras teatrais, com ênfase na linguagem do clown e no aprimoramento da criatividade, intuição, percepção e conscientização corporal.

André Paula Bueno é linguista e músico, vem trabalhando os temas dos sujeitos negros e o confronto do racismo. Autor do livro Palhaços da Cara Preta (2014), que tem como ponto de partida a atuação como palhaço em dança de rua, foi também um dos organizadores do livro-CD-DVD Batuque de umbigada: Tietê, Piracicaba e Capivari (2015). Pesquisa a participação das Línguas Africanas no seio do Português Brasileiro. Em sua aula com as Danças dramáticas regionais, convidado do Professor Kabengele Munanga no curso História e Cultura do Negro Brasileiro (Extensão USP), mostra o boi, cavalo-marinho, folia-de-reis, congadas, jongos e batuques. Canta em dupla em grupos culturais, tocou cavaquinho com Mestre Ananias e desenvolve projeto interpretando blues e a época de Muddy Waters.

Vanessa Rosa é palhaça e arte educadora. Hoje está cursando licenciatura em Arte-teatro no Instituto de Artes da UNESP. Estuda também as artes da palhaçaria desde 2006, iniciando sua jornada com Cida Almeida, e depois fez parte do Programa de Formação de Palhaços dos Doutores da Alegria. Em 2014, iniciou um projeto de pesquisa-vida referente a Educação Indígena junto aos Guarani Mbya, da região de Parelheiros - extremo sul de São Paulo, vivenciando grandes aprendizados que reverberam na sua trajetória como arte educadora e palhaça. Em 2016, esteve com os Hotxuás (cômicos indígena da etnia Kraho de Tocantins) e, em 2017, com os Kariri Xocó de Alagoas, brincando e aprendendo sobre a força e função dx palhaçx na terra. Nesse mesmo ano deu início à pesquisa "Terreiro do Riso: de onde nasce a palhaçaria?", investigando as origens da palhaçaria no Brasil e suas influências.


Local: Foyer do Teatro (1º andar).


(Foto: Divulgação)
Circo

A Presença Negra na Comicidade, Com Heraldo Firmino, Cida Almeida, André Bueno e Vanessa Rosa Bate-papo gratuito sobre circo no Sesc Santo Amaro L

Essa atividade aconteceu em 11/11/2017 no Sesc Santo Amaro.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo