Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Semana Inclusiva 2017 - Atividades de cultura, esporte e lazer reúnem pessoas com e sem deficiência e focam no direito à educação e ao acesso à cidade saiba mais

12.2017 - Danca - Pele Negra, Mascara
Inspirado no livro Pele Negra, Máscaras Brancas (de Frantz Fanon, escrito em 1952), a Cia. criou essa peça de dança negra tomando como base estudos sobre as relações étnico-raciais no Brasil, a mitologia dos orixás e experiências pessoais dos artistas que integram o elenco. Cenas apresentam reflexões sobre racismo e apresenta rituais de cura inspirados nas manifestações dos terreiros de candomblé. E o livro é utilizado como principal material disparador para as composições coreográficas e musicais.

A Cia. Treme Terra foi criada em 2006, com o propósito de valorizar, pesquisar e difundir a cultura negra, no Morro do Querosene, zona oeste de São Paulo. Em 2009, se muda para o bairro do Rio Pequeno e cria o Afrobase, sede da companhia e núcleo de formação nas linguagens de dança e música, buscando promover a transdisciplinaridade e constituir um espaço de discussão, troca e pesquisa acerca da cultura negra em diálogo com a comunidade do entorno.

Ficha Técnica:
Direção geral de João Nascimento e Firmino Pitanga. Direção musical de João Nascimento. Direção coreográfica de Firmino Pitanga. Com Beatriz Cristina, Luciano Virgílio, Thiago Bilieri, Terená Kanouté, Daniel Pretho, AfroJu Rodrigues, João Nascimento, Pedro Henrique, Guilherme Frattini, Paulinho Paes, Bira Nascimento, Luana Bayô e Rafael Mansor. Cenário de Julio Dojcsar. Figurino de Silvana Marcondes. Iluminador e técnico de luz: André Rodrigues. Técnico de som:Lindemberg Oliveira. Artista convidado: Gaspar Z'África Brasil. Grafite digital: Achiles Luciano. Produção: Fernanda Rodrigues, Alexandre Alves e Pedro Nascimento.



Local: Teatro
Duração: 60 minutos
Esse espetáculo faz parte da programação da Semana Inclusiva e tem tradução em libras.




[Foto: Raul Zito]
Dança

Pele Negra, Máscaras Brancas Cia. Treme Terra 14