Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Aberto para Montagem - Encontros, criações e interferências em fluxos criativos em aberturas de processos de montagem saiba mais

BlackBrecht

Processo de imersão com o coletivo Legítima Defesa aberto ao público em geral com interesse em temas relacionados à negritude e seus desdobramentos poético-políticos.

A ação é um ponto de partida para o próximo espetáculo do coletivo, e irá se debruçar sobre a construção dramatúrgica, tendo como base os seguintes materiais:

-O julgamento de Luculus (Brecht)
-Estudos sobre o teatro (Brecht)
-A Crítica da razão negra (Achille Mbembe)
-Discurso sobre o colonialismo (Aimé Cesaire)
-Pode o subalterno falar? (Gayatri Chakravoty Spivak)
-Retrato do Colonizado, precedido de Retrato do Colonizador (Albert Mami)
-A elite do atraso (Jessé de Oliveira).

No último sábado, dia 24 de março, às 16h, será apresentada uma intervenção criada a partir desta provocação, construída sob uma perspectiva afro-brasileira diaspórica da obra e dos procedimentos de Brecht.

Capacidade: 20 vagas

Pré-requisitos: público em geral, com interesse em temas relacionados à negritude e seus desdobramentos poético-políticos.
Processo seletivo: envio de carta de interesse até dia 5 de março para o endereço de e-mail oficinascenicas@pompeia.sescsp.org.br, com o assunto "Black Brecht".

Local: Conjunto Esportivo - 10º andar

(Foto: Divulgação)

Teatro

Black Brecht E se Brecht fosse Negro? Em busca de uma nova humanidade possível - Com Coletivo Legítima Defesa L

Essa atividade aconteceu de 17/03/2018 a 24/03/2018
no Sesc Pompeia.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo