Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Teatro Fora da Caixa - Projeto que apresenta o teatro criado para fora dos espaços e formatos convencionais saiba mais

04.2018 - Teatro - A praca - processo

A partir da ideia de biodrama (desenvolvido pela artista argentina Vivi Tellas), o trabalho a ser realizado utilizará da biografia dos participantes e de seus imaginários sobre a imagem da praça como meio para mergulhar em questões mais abrangentes.

A sequência de encontros pretende gerar um tema central que será norte para a dramaturgia a ser construída colaborativamente.
Jogos, improvisações, entrevistas e escritas de cartas serão ferramentas para o percurso de estímulo às memórias individuais, e uma rede de acontecimentos que se interseccionem e se instalem no espaço arquitetônico da praça localizada na entrada da unidade do Belenzinho, onde a ação formativa finalizará com apresentação/instalação aberta à fruição pública.

O processo de instalação das narrativas se faz através da fabulação dos elementos arquitetônicos localizados na área escolhida para esta intervenção. Nesse sentido, a arquitetura se mostrará como materialização das subjetividades presentes nas narrativas que irão compor esta dramaturgia.

Coordenação: João Júnior (diretor do grupo Estopô Balaio).

João Júnior é formado em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. É ator, dramaturgo e diretor de teatro. Membro fundador do Coletivo Estopô Balaio de criação, memória e narrativa, atuando como diretor artístico e coordenador de dramaturgia dos processos criativos do Coletivo. Junto ao coletivo dirigiu os espetáculos "Nos trilhos abertos de um leste migrante",  "A cidade dos rios invisíveis", "O que sobrou do rio" e "Daqui a pouco o peixe pula". É ator, diretor e dramaturgo do espetáculo "Portar(ia) Silêncio" a partir do depoimento pessoal de porteiros migrantes residentes na cidade de São Paulo. Desenvolve projetos de formação e criação a partir de pesquisas sobre autobiografia, biografia, memória individual e memória social numa relação com o espaço público e memória familiar.

Duração: 42 horas / 10 encontros
Seleção: por meio de carta de interesse, que devem ser enviadas até 05/04 para o e-mail oficinadeteatro@belenzinho.sescsp.org.br - 30 vagas.
Público alvo: interessados nos aspectos que serão abordados, estudantes das artes e artistas em geral. 

 

[Foto: Ramila Souza]

Teatro

A Praça - Processo de Criação Com João Júnior 18

Essa atividade aconteceu em 29/04/2018 no Sesc Belenzinho.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo