Sesc SP

mortos vivos

O apocalipse zumbi já aconteceu, e neste exato momento cadáveres animados e famintos andam pelas ruas da cidade. Nesta espécie de conferência à beira do abismo, quatro especialistas analisam a crise que tomou o mundo e instruem espectadores sobre estratégias de sobrevivência.

Enquanto o caos se espalha, discutem assuntos como alteridade, xenofobia, fascismo, preconceito, tortura, a banalidade do mal, o fascínio pela violência, o sistema digestivo dos zumbis e as razões evolutivas para que os seres humanos tenham um medo inato de serpentes. 

Texto: Alex Cassal
Direção: Renato Linhares
Com: Felipe Rocha/Fabio Osório, Lucas Canavarro, Renato Linhares e Stella Rabello/Wallace Ruy
Assistência de direção: Fábio Osório Monteiro
Colaboração artística: Marina Provenzzano e Tereza Alvarez
Direção de produção: Tatiana Garcias
Produção Local: Náshara Silveira
Iluminação: Tomás Ribas
Cenografia: Estudio Chão – Adriano Carneiro de Mendonça e Antonio Pedro Coutinho
Figurinos: Antônio Medeiros e Guilherme Kato
Direção Musical: Domenico Lancellotti
Consultoria de som: Leo Moreira
Desenho de som: Francisco Slade
Caracterização: Rodrigo Bastos
Programação visual: Lucas Canavarro
Fotos: Francisco Costa
Registro em vídeo: Pedro Henrique Ferreira
Texto escrito com suporte da Residência Días Hábiles - O Espaço do Tempo, Montemor-o-Novo, Portugal.

Duração: 80 minutos. 

Local: Sala de Espetáculos I. 

[Foto: Francisco Costa]

Teatro

Mortos-vivos Uma ex-conferência 12

Essa atividade aconteceu em 27/10/2018 no Sesc Belenzinho.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo