Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Percussão – A Origem da Música - Concertos que darão origem ao 5º DVD da série saiba mais

kuar-te-tumm-percussao-sesc-consolacao-anchieta-sho

O Kuar-Te-Tumm é formado por quatro dos maiores percussionistas populares brasileiros: Ary Colares, Caíto Marcondes, Sérgio Reze e Roberto Angerosa. É um grupo de percussão que apresenta diferentes ritmos brasileiros como o baião, o samba, o frevo e o ijexá, entre outros. Inclui a canção, modalidade de expressão musical presente em todas as tradições populares. Neste projeto, a criação é compartilhada em tempo real com momentos de improviso livre e a partir de temas compostos pelos músicos.

Abertura com Nath Calan: A percussionista e atriz atua e toca instrumentos de percussão na música cênica “Valsa nº6”, baseada na peça de Nelson Rodrigues.

Sobre o projeto

Este concerto compõe as gravações da série “O Som da Orquestra”, série de documentários do Selo Sesc que apresenta os instrumentos que compõem uma orquestra. Desta vez, tamborins, xilofones, carrilhões e sinos entram em ação. O tradicional palco do Teatro Anchieta do Sesc Consolação vai receber alguns dos melhores músicos e conjuntos de percussão do país, como o quarteto Kuar-Te-Tumm, que tem Ari Colares, Beto Angerosa, Caito Marcondes e Sergio Reze como integrantes; a percussionista e atriz Nath Calan; o grupo vocal Barbatuques; o grupo de percussão formado por Eduardo Gianesella, Ricardo Bologna, Richard Fraser e Joaquim Abreu; além do PIAP – Grupo de Percussão do Instituto de Artes da UNESP.

Ao todo serão quatro dias de apresentações que serão gravadas para compor, ao lado de entrevistas, o documentário em DVD Percussão.

Programa

Abertura (improvisação)
O combinado é que nada se combine; os músicos vão se escutando e deixando que a música se apresente.

Cinquenta Tempos Atrás (Roberto Angerosa)
Música arquitetural, que se estrutura na matemática decrescente das claves rítmicas de influência da Europa Oriental e uma melodia que transita em escala típica de pigmeus africanos.

Quilombo (Ari Colares)
Composição a partir de uma levada com o mesmo nome, aprendida em Juazeiro do Norte, com o Reisado dos Irmãos, que a utiliza para conduzir um animado cortejo pelas ruas da cidade.

Convite (improvisação a partir de mote do Caito Marcondes)
Como o nome sugere, é um chamado para que os outros músicos adiram  a uma proposta de discurso rítmico, no caso um 6/8. Cada um desenvolve comentários ou sugestões, dialogando assim com o proponente e com os demais interlocutores numa espécie de improvisação coletiva cujo intuito, como num debate, é concluir a sessão com uma síntese musicalmente crível. É, especialmente, um momento de aproximação e reverência à África e sua fonte inesgotável de musicalidade e riqueza rítmica.

Asa Branca (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira)
Uma inversão de papéis e ampliação de limites. A bateria, que  tradicionalmente tem seu foco  na parte rítmica, assume a execução da melodia por meio de gongos melódicos. Estes, tocados de forma sincronizada, são incorporados ao conjunto de elementos que integram a bateria.

Improviso Silencioso
É um exercício de improvisação em torno do silêncio, elemento fundamental da música.

Beira Rio (Caito Marcondes)
Beira Rio é uma canção inspirada em uma viagem ao Rio Negro, na Amazônia. É executada no “Hang”, instrumento metálico com notas definidas, e estabelece um paralelo entre a imensidão da natureza local e a pequenez do ser humano.

Urbania (Caito Marcondes)
Rap composto a partir das minhas experiências com equipamento eletrônico, no caso um midi controler atrelado a um laptop que executa samplers variados. Ele fala de um primeiro contato com a megalópole, o fascínio do interiorano por ela, e a identificação de seus contrastes e imperfeições.


Local: Teatro Anchieta (subsolo).

Foto: Anderson Lessa

Música

Kuar-­te-­tumm Com abertura de Nath Calan L

Essa atividade aconteceu em 14/09/2018 no Sesc Consolação.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo