Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Nós Tantas Outras 2018 - Diálogos sobre mulheres e feminismos, suas vozes e perspectivas, transformações e principais desafios na atualidade saiba mais

Mulheres e representatividade política2

Apesar dos inúmeros obstáculos e contradições inerentes às estruturas de poder, é inegável o aumento da presença das mulheres na vida política institucional e em funções de representação e liderança social nos últimos anos.
No entanto, a participação nas mais diversas esferas decisórias e deliberativas segue bastante desigual quando comparada com a masculina, em quase todos os países. Esta mesa discute as diferentes perspectivas acerca da representação e da representatividade política feminina, os dispositivos discriminatórios que se colocam como verdadeiras cláusulas de barreira, dentre outras reflexões. Com Hailey Kaas (Brasil), Joênia Wapichana (Brasil) e Soledad González Baica (Uruguai). Mediação: Ana Lúcia Silva Souza (Brasil).

Hailey Kaas (Brasil)
Tradutora, escritora e socialista, tem se dedicado principalmente à pesquisa sobre Linguística, Transfeminismo(s), Teoria Queer e Estudos de Gênero. É fundadora e coordenadora do site e Coletivo Transfeminismo, que busca, entre outras coisas, expandir e incentivar o Transfeminismo no Brasil.

Joênia Wapichana (Brasil)
Primeira mulher indígena formada pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Roraima, em 1997 e a ser eleita como Deputada Federal no Brasil, em 2018. Mestre em Direito pela University of Arizona, teve atuação destacada na luta pela demarcação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol no Conselho Indígena de Roraima (CIR).

Soledad González Baica (Uruguai)
Cientista Política, feminista, responsável pela área de articulação do Coletivo Feminista uruguaio, Cotidiano Mujer, criado em 1985, dedicado à comunicação e aos direitos humanos, acompanha o desenvolvimento da agenda política e cultural das mulheres uruguaias e latino-americanas.
Organizadora do livro de Las Laurencias. Violencia Sexual y de Género en el Terrorismo de Estado.

Mediação: Ana Lúcia Silva Souza (Brasil)
Linguista, professora do Departamento de Letras Vernáculas da Universidade Federal da Bahia e integrante do quadro permanente do Programa de Mestrado Profissional em Letras. Atua principalmente na formação inicial e continuada de professores com os seguintes temas: letramentos de reexistência, culturas, identidades, juventudes, juventude negra, hip-hop e educação diaspórica.

O Encontro contará com tradução simultânea e transmissão ao vivo pelo Portal Sesc SP (clique aqui).

Ações para a Cidadania

Mulheres e representatividade política Bate-papo com Hailey Kaas, Joênia Wapichana, Soledad González Baica e mediação de Ana Lúcia Silva L

Essa atividade aconteceu em 01/12/2018 no Sesc Campo Limpo.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo