Sesc SP

Esta atividade faz parte da

MITsp - Mostra Internacional de Teatro de São Paulo 2019 - 6ª edição da mostra propõe trabalhos artísticos que dialogam com a complexidade do tempo e as questões do fazer artístico. saiba mais

O-Alicerce-das-Vertigens-Ft-Armel-Louzala

O Alicerce das Vertigens conta uma história ficcional ambientada na cidade de Brazaville, na República Democrática do Congo. Dois irmãos, Fido e Roger, veem a sua estrutura familiar abalada: os protagonistas partem da morte de seu pai, Joachim, para a retomada do amor por Diane, desejada por ambos. Na sequência, compreendem o silêncio de sua mãe, Jane, que tardiamente revela um segredo sobre os seus nascimentos. Também são retratadas, na fábula, a máfia na área e o isolamento da região. A narrativa é utilizada como uma metáfora para retratar as consequências da herança colonizadora no país do Congo.

O Alicerce das Vertigens é o primeiro espetáculo de uma trilogia, também composta por Shéda e Nkenguegi, que falam sobre a crise dos imigrantes e, sobretudo, da dificuldade do acolhimento deles nas grandes potências.

Dieudonné Niangouna é ator, autor e diretor. Nascido em 1976, em Brazzaville (República do Congo), cresceu convivendo com as guerras que abalaram o país ao longo dos anos. Sua obra literária mistura poesia, gírias e a linguagem coloquial das ruas do Congo; já suas peças são inspiradas em um país devastado por anos de guerra civil e pelas sequelas da colonização francesa. Integrou alguns espetáculos de grupos em Brazzaville. Com a companhia Les Bruits de la Rue, foi dramaturgo e diretor em diversos trabalhos e, também, de peças criadas no Festival d'Avignon.


Ficha Técnica
Título Original | Le Socle des Vertiges
Dramaturgia e direção | Dieudonné Niangouna
Elenco | Sthyk Balossa, Dorient Kaly, Papythio Matoudidi, Arnold Mensah, Lazare Minoungou e Dieudonné Niangouna
Músico | Pierre Lambla
Vídeo | Aliénor Vallet
Cenotécnico | Nicolas Barrot e Laurent Vergnaud
Iluminação | Laurent Vergnaud
Som | Félix Perdreau
Cenografia | Ludovic Louppé, Papythio Matoudidi e Dieudonné Niangouna
Figurinos | Ulrich N'Toyo
Co-Produção | Théâtre Nanterre-Amandiers, La Villette - Paris (résidence d'artistes 2011), Festival International des Francophonies en Limousin – Limoges, Théâtre de Saint-Quentin-en-Yvelines e ARCADI, com o suporte de DRAC Île-de-France –, Centre National du Théâtre, Fonds SACD Théâtre, Institut Français, ADAMI e Espace Tiné - Brazzaville


Local: Teatro Paulo Autran.
Duração: 1h45.
Recomendação etária: 16 anos.
Não é permitida a entrada após o início do espetáculo.
Venda limitada a 2 ingressos por pessoa.


*Dia 16/3, logo após o espetáculo, acontece o bate-papo Diálogos Transversais, clique aqui e saiba mais.


(Foto: Armel Louzala)

Teatro

O Alicerce das Vertigens - MITsp Direção: Dieudonné Niangouna (CON) 16

Essa atividade aconteceu em 17/03/2019 no Sesc Pinheiros.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo