Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Legítima Diferença - Ações que buscam evidenciar realidades e desconstruir preconceitos e estereótipos vinculados às pessoas LGBTQI. saiba mais

A imagem LGBTI na midia - montagem

Encontro focado na equação mídia+LGBTQI+negritude+juventude como parte integrante do especial Closebilidade, que compõe o projeto Legítma Diferença.

A proposta é pensar a transversalidade que há entre os corpos negros e LGBTQI, a partir do protagonismo que esses corpos obtiveram dentro das redes sociais, produzindo conteúdos que dialogam com uma parcela da juventude. Dentro deste panorama, os encontros terão mesas com digital influencers que trabalham as pautas mencionadas acima, como Luci Gonçalves, Rosa Luz, Murilo Araújo.

CIA. DXS TERRORISTAS – Originária do Programa Vocacional da Cidade de São Paulo, a Cia. dxs Terroristas foi fundada em 2015 com o desejo de investigar e provocar o que denomina de terrorismo poético, inspiradxs pelos manuscritos do filósofo anarquista pseudonominado Hakim Bey. Sem a pretensão de disputar as artes como um campo de ação, o coletivo atua na criação de novas linguagens para a produção de ações políticas contranormativas, em resistência ao plano cis-heteropatriarcal branco eurocentrado, instaurado pelo processo de colonização e dominação do Terceiro Mundo.

LUCI GONÇALVES – Tem 20 anos e mais de 130 mil inscritos, mas começou o seu canal para falar apenas sobre cabelo e transição capilar. Hoje o utiliza para mostrar também a sua realidade, como mulher negra, periférica, bissexual e feminista, abordando assuntos diversos, que vão desde relacionamentos e sexo a autoestima, empoderamento feminino e estilo. Descrição: Beleza – Favela – Estilo de vida – Comportamento bondedaluci. Participante do concurso NextUp 2017, do YouTube.

VALTER REGE – É cineasta e creator, formado em rádio e TV pelo Centro Universitário Belas-Artes, produtor, diretor, roteirista e finalizador de filmes, possui um canal com o seu nome, que aborda temas como negritude, homossexualidade e periferia. Sua palestra “Da Favela para as Telas” provoca o debate sobre o preterimento do negro no mercado audiovisual. O curta-metragem “Preto no Branco”, escrito e dirigido por Rege, foi selecionado para o Toronto Black Film Festival 2018. O diretor ainda lançou o documentário “O Cinema Me Trouxe Aqui”, que aborda temas como homossexualidade, negritude e periferia.

NÁTALY NERI – Graduanda em ciências sociais pela Universidade Federal de São Paulo – EFLCH, onde se dedica ao estudo da educação crítica com recorte étnico-racial, atuando também em um programa de pesquisa sobre docência e formação de professores (Pibid), que a coloca diretamente em contato com a educação pública no Brasil. Além isso, participa de coletivos feministas e ligados diretamente aos movimentos negros dentro do espaço acadêmico. Nátaly Neri também é idealizadora e produtora de seu próprio canal no YouTube, o Afros e Afins, que tem como objetivo estimular a autonomia financeira, intelectual e estética da mulher negra a partir de discussões sobre consumo consciente e autônomo, racismo e empoderamento feminino, sempre ancorada nos conhecimentos acumulados e constantemente atualizados em seu curso e sua militância.

DORY DE OLIVEIRA – MC na ativa desde 2005, ela constrói seu espaço na cena, segue militando e enfrentando o preconceito dentro do próprio hip-hop. Ao lado de Luana Hansen e Tiely Queen, a rapper integra o grupo Les Queens, que, segundo a cantora, é o primeiro grupo de mulheres negras e lésbicas do país.

Local: Área de Convivência 

Fotos: Divulgação

Ações para a Cidadania

A Imagem LGBTQI na Mídia Digital Closebilidade. Com Nataly Neri, Luci Gonçalves, Valter Rege, Dory de Oliveira e Cia dxs Terroristas L

Essa atividade aconteceu em 22/05/2019 no Sesc Pompeia.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo