Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Circos - Festival Internacional Sesc de Circo 2019 - A quinta edição do festival apresenta um panorama de companhias e artistas que combinam diversas linguagens para a criação da arte circense saiba mais

Babel%2C%20Glom%20-%20Einar%20Kling-Odencrants%20-%.jpg

Babel, glöm desafia os limites da força e do equilíbrio para discutir as ideias de individualidade e coletividade. "A performance fala sobre viver junto e lidar com as diferenças. Queremos explorar as tensões entre o ‘seja você mesmo’ e o ‘fique junto’", diz a artista Anouck Le Roy.

Babel, glöm significa "Babel, esqueça", um convite, segundo Anouck, a ir além do mito da Torre de Babel, cuja construção foi interrompida porque as pessoas não se entendiam por falarem línguas diferentes, segundo a tradição bíblica. A ideia do espetáculo é usar o que parece nos separar para nos tornar mais fortes.

Ao reunir seis acrobatas de quatro países diferentes, a diversidade cultural do grupo e o repertório individual de cada artista são colocados em destaque no trabalho, que aborda a união por meio de técnicas acrobáticas executadas de forma coletiva. Muitas vezes, cada um fala o texto na sua própria língua materna, reforçando a ironia das tentativas de comunicação, que muitas vezes só ocorre pelos movimentos dos artistas. É o primeiro trabalho da companhia sueca Kaaos Kaamos.

Direção e produção: Kaaos Kaamos e Albin Warette
Elenco: Erika Ahola, Johan Sjölund, Elisabeth Künkele,
Perry Rudolph, Anouck Le Roy, Erik Glas
Produção no Brasil: Júlia Gomes
Duração: 45 min.

Inédito nas Américas.

Foto: Einar Kling-Odencrants

Circo

Babel, Glöm Kaaos Kaamos (SUE/FIN/ALE/FRA) L

Essa atividade aconteceu em 16/06/2019 no Sesc Campo Limpo.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo