Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Bienal Sesc de Dança 2019 - Um panorama diversificado da produção artística em dança contemporânea. saiba mais

Trrr-Sebastian-Gabsh

Thiago Granato
Alemanha / Brasil

Uma espécie de futuro arcaico está presente em ‘Trrr’, solo concebido e performado por Thiago Granato. Com o espetáculo, o artista encerra o projeto Coreoversações, trilogia produzida a partir de uma pesquisa desenvolvida com diferentes colaborações imaginárias entre coreógrafos que “conversam entre eles” usando o corpo do performer como meio de comunicação. Em ‘Treasured in the Dark’, o primeiro solo, Granato trabalhou com coreógrafos mortos. Depois, em ‘Trança’, com vivos e, agora, em ‘Trrr’, com coreógrafas que ainda não nasceram.


Uma pedra e uma onça (um mineral e um animal) foram as entidades escolhidas pelo artista para representarem os coreógrafos de um futuro idealizado, influenciado por certas culturas indígenas da Amazônia e Austrália. A metamorfose do corpo, assunto comum aos três solos, é entendida como a capacidade do corpo relacionar forças internas e abstratas com signos que possam ser reconhecidos e vice-versa. Em ‘Trrr’, essa relação é articulada de forma ritualística. A transformação é abordada como uma tecnologia do corpo capaz de reinventar as suas próprias conexões com outras formas de vida, reais e imaginárias, através da performance. 


"É da arte do performer pensar a sua tecnologia de transformação do corpo como orientação política", diz Granato.
A peça é um chamado para uma dimensão espacial e temporal da realidade na qual o passado está localizado na frente do corpo e o futuro atrás dele. Uma zona em que entidades arcaicas podem se manifestar como nunca vistas e ouvidas antes. ‘Trrr’ inscreve uma dança nas margens do tempo, realizada por um corpo que se move simultaneamente para frente e para trás em espaços ainda não mapeados ou já esquecidos.

FICHA TÉCNICA
Concepção, direção, coreografia e performance: Thiago Granato
Coreógrafos “convidados” (presenças ficcionais): Pedra e Onça
Assistência de direção: Sandro Amaral
Conselho artístico: Jefta van Dinther
Treinamento físico: Daniela Visco
Conselho de dramaturgia: Laura Samy
Designer de som: David Kiers
Operação de som: Rodrigo Gava
Designer de luz: Susana Alonso
Operação de luz: Claes Schwennen
Voz em off: Chrysa Parkinson
Produção: Sandro Amaral e Thiago Granato
Produção no Brasil: Corpo Rastreado

Local: Ginásio do Sesc Campinas - Rua Dom José I, 270 - Bonfim.

(Foto: Sebastian Gabsh)

Dança

Trrr 18

Essa atividade aconteceu em 17/09/2019 no Sesc Campinas.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo